segunda-feira, dezembro 06, 2010

DECEPCIONANTE e PREOCUPANTE.

Reuters

        Esta noite, no Estádio Mais Belo da Europa:

                FUTEBOL CLUBE DO PORTO, 1 - Vitória (Setúbal), 0
                    (Hulk, g.p. 43´)

        Por mais razões que se procure encontrar, não vejo nenhuma suficientemente forte que possa justificar o desempenho, sem qualquer dúvida decepcionante (e preocupante...), que a equipa do Futebol Clube do Porto teve, hoje, no Dragão.

9 comentários:

  1. Vencemos. O mais importante foi conseguido, que foi vencer e manter a distância para os mouros vermelhos e verdes. Vencemos pela margem mínima, com um susto e suspiro sôfrego de alegria no final.
    Já se sabe que há muita gente descontente, nossos e especialmente dos outros, pois todos contávamos com uma vitória tranquila, e assim vão aparecer desabafos e críticas. No entanto até começamos bem, apenas que aquelas iniciais grandes defesas do guardião sadino nos impediram de partir para a tal exibição normal desejada. Depois foi o que se sabe, ao que não estará alheio o cansaço do jogo da neve e também cansativa viagem a horas impróprias, tendo-se notado falta de frescura, que tolheu o raciocínio. Depois, perante a escassez do resultado e da marcação de um penalty forçado, contra nós, foi um final atribulado, com o setubalense a antecipar-se ao apito do árbitro para a marcação, sem que, portanto, o guarda-redes sequer contasse, e na repetição Deus escreveu direito, felizmente, no torto remate, por alto.
    Sendo assim, tudo acaba bem, não na exibição mas no resultado e, sobretudo, em ter acabado com os nossos adversários /adeptos/comunicação social do contra, todos os contrários a ficarem com uma cabeça de melão. Eu até prefiro assim, antes quero assim, desde que a nossa equipa ganhe e eles, os do contra, fiquem f......
    Não vi o jogo mas gravei-o e já pude ver as partes mais importantes. Agora vou vê-lo nas calmas, e saborear a vitória, que é o que interessa.
    http://www.longara.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. Caro Remígio
    ...estou quase sem pinga de sangue...
    nem sei bem como descrever o que senti,qdo foi do penalty convertido & falhado logo a seguir... A amigo meu do peito, e portista(80 anos de idade e sofredor como poucos...) disse eu, para ele mandar rezar uma missa! a santo da sua (dele) devoção... Aguenta,coração!
    Tenho para mim que o N/FCPorto,pagou a factura de Viena-principalmente no 2º tempo- em que o discernimento NÃO acompanhou NENHUM dos seus elementos, por evidente quebra física.Não vale a pena, dizer agora, que os titulares VARELA/A.PEREIRA/FERNANDO,fazem muita falta... e que no "casting" há (ainda) muita coisa para limar e, inclusivé, ir ao mercado de Janeiro,"arranjar" uns - MUITO BONS - defesa esquerdo e central... e digo isto,desde o princípio da época.De qualquer modo,fica(ou) claro, que Rafa não é sequer..."esperança"e que tem de se apostar em Sapu(dirª) e Fuccile (esqª).
    Hoje,do mal o menos e a certeza que - Deus é portista!
    A arbitragem foi própria de elmano...sem categoria e sem critério(s).
    O(s) campeonato(s) também se ganham com jogos destes e com "sofrimentos" deste jaez...
    Haja fé e que em Paços -jogo difícilimo- possamos já estar em plena posse das nossas capacidades fisicas e tb com -pelo menos- Fernando e A.Pereira,dado que Varela deve demorar e CRodriguez "rebentou" para uns tempos...Para quando a aposta no James Rodriguez,em pleno ?!...Aliás o que se passará,que tanto é convocado (mas NÃO joga),como sai da lista?...
    Parafraseando Sttau Monteiro: "Felizmente há Luar!" e os oito pontos estão lá cravados na ..."patacolina"...
    Feliz semana
    Abraço amigo do
    João Carreira
    Em Tempo : Quando é que aparece lá pelo Dragão um ... moretto? Este Diego, fez o jogo da vida dele (no 1º tempo,no Dragão).Já agora, oh senhor manel fernandes,olhe que os jogos são de noventa minutos e nos primeiros 45, podia ter visto o cabaz bem municiado,ainda por cima sendo,
    como é ... NATAL!
    EM TEMPO (2)

    PARABÉNS ,CARO REMÍGIO,PELAS 10.001 ! visualizações da sua página.UÁU! eu sou o feliz: 10001 ?!...

    ResponderEliminar
  3. armando pinto:

    Com efeito, o melhor que tirou do jogo de ontem, foi saber do impacto que terá causado em milhões o desfecho do encontro de ontem, no Dragão. É mesmo de ficar refud...!

    As hienas vão ter que continuar a latir de fome e ir procurar noutras paragens os restos putrefactos para manter o segundo lugar, agora que até o Leiria já o vê de perto.

    É fácil descobrir as causas da exibição tão indigente, que estou certo, não mais vai acontecer. Mas, ao menos, deveria ter havido mais algum empenho, como se viu em Rolando, p.ex.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  4. O cansaço não justifica tudo...O problema já vem de trás.

    Falcao estava muito cansado, mas Moutinho, que jogou os 90 minutos em Viena, durou o jogo todo e fez um grande jogo.

    Acho que o problema mais que físico é mental. A equipa depois dos 5-0 ao clube do regime pensa que agora tudo é fácil, a vitória vai acontecer, sem ser preciso muito trabalho, a displicência e a descontracção são uma constante, complicam-se jogadas simples, erram-se passes fáceis e depois, como aconteceu ontem, as surpresas podem acontecer. Humildade, chamada à realidade e a mesma atitude e o mesmo espírito sempre. Caso contrário podemos vir a ter surpresas que não desejamos.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  5. A ideia com que eu fico é que, para os atletas, o campeonato terminou com a estrondosa vitória sobre os lampiões.

    Daí para cá, os jogos realizados não tiveram a mínima qualidade, frente a adversários nitidamente mais fracos (Sporting e Rapid incluídos).

    A excepção foi mesmo em Viena, face às difíceis condições climatéricas.

    Por isso, ainda que reconheça o desgaste provocado no jogo anterior, não posso deixar de estar decepcionado com o comportamento da equipa.

    A vitória de ontem foi muito lisonjeira.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  6. Caro João:

    Pela maneira tão expressiva e sentida como descreve as suas emoções de ontem à noite, avalio também o nervosismo e o desencanto que senti pelas mesmas razões do meu amigo.

    Passados que estavam a primeira meia hora do jogo, começou a instalar-se em mim a sensação de que as coisas não iriam correr bem. A postura do adversário, impunha um ritmo mais acelerado, susceptível de obrigar os adversários a cometerem faltas, mais intensidade e agressividade no jogo. Como isso não acontecia, ainda esperei ver uma mudança na segunda parte, para melhor, que não viria a suceder.
    Muitos erros nas opções de jogadas de ataque, com passes falhados infantilmente e alguma apatia, não são totalmente explicados pela dureza do jogo de Viena.

    Concordo com o que diz sobre Rafa, sobretudo pela influência que tem Álvaro Pereira no jogo da equipa. Aceito como boa a inclusão de Cristian em detrimento de Jámes, vista a defesa coreácia do Setúbal. Mas o Cebola está decepcionante e caminha para a dispensa.

    Fernando, Varela e A. Pereira, são baixas que diminuem o rendimento da equipa. É provável que os tenhamos em Paços de Ferreira, para subirem as possibilidades de sair de lá invictos.

    Jámes, poderá ter a titularidade no próximo sábado. Vamos esperar.

    É verdade que o Diego, fez uma defesa do "outro mundo". Moretos, estão reservados para os donos da "verdade desportiva".

    Ganhamos três pontos ao primeiro dos últimos, pois só estávamos a cinco, como eles gostam de dizer quando têm um jogo a mais.
    Espero que, logo, não diminuam a diferença outra vez para os cinco...

    Um abraço e continue bem.

    ResponderEliminar
  7. O jogo de ontem foi fraquinho ... independentemente do jogo com o Rapid poder ter influencia no cansaço de alguns jogadores, não vejo justificação para não termos arrumado o jogo logo na primeira parte. E graças a estrelinha de campeão é que conseguimos os 3 pontos.
    Espero que tenha servido de lição

    Um abraço

    http://fcportonoticias-dodragao.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  8. Um jogo, no mínimo, estranho.
    Uma primeira parte bastante boa, e aquela segunda parte... Foi o que se viu. Com um pouco de sorte conseguimos segurar a vitória.

    33 jogos sem perder é obra, a ver se ultrapassamos esta marca, que é por sua vez um record conseguido na época de José Mourinho.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  9. Caro João:

    Por distracção, não dei conta de ter atingido as 10 000 entradas.

    Se o número significar que o Dragão, Sempre! merece a atenção por satisfazer o interesse e o gosto dos visitantes, então orgulho-me de o ter como um dos mais assíduos e estimados dos que têm a amabilidade de me visitar. E não vou esquecer que o João é o desvanecedor, perdoe-se-me a imodéstia, 10 001! Obrigado, a todos.

    ResponderEliminar