sábado, julho 31, 2010

NA CIDADE DA LUZ.

         Vai começar hoje, na "Cidade da Luz", a participação do Futebol Clube do Porto no primeiro torneio internacional da era de André Villas Boas.

          O primeiro jogo vai ter como adversário a equipa da casa, o PSG, de Pauleta, e terá transmissão televisiva na Sportv1, a partir das 18 horas.

          Há uma natural expectativa para ver em acção o "novo" FCP e os jogadores que agora chegaram ao clube, e poder ser confirmada  uma mudança positiva no desempenho do glorioso conjunto azul e branco.
          Tudo pronto? Então, liguem a luz!
 

http://2.bp.blogspot.com/_YZ2fzIvob2s/TFP0Y9KBmtI/AAAAAAAAHNs/iD2fKB8fyT0/s1600/20100731-oJogo.jpg

sexta-feira, julho 30, 2010

BIGORNA OU CALATRAVA?

         Não percebo "pívia" de negócios de empresários de jogadores de futebol e não estou p'ra aì virado. Por isso, encho-me da minha "paciência de chinês" ( há muita, ao que se sabe, na imensa terra do "saudoso" Mao Tsé Tung), e aguardo o desiderato sem o nervosismo próprio do futuro papá à espera que chegue a boa horinha da sua cara metade que lhe trará o primeiro filho.

          Irrelevante foi, pois, a complicada cesariana para arrancar cá para fora os 86 quilitos do "rebento"e dos l76 centímetros de homem, porque o meu interesse concentra-se, nesta fase, apenas e só na "serralharia" onde se instalou a "bigorna". Já nem sequer me constrange por aí além a "maquia" a desembolsar pelo "papá" Presidente e as dores de cabeça que isso lhe possa causar.

         E o "rapaz" parece ter vindo em boa altura: calor a rondar os 40º, que serve a sua necessidade de transpirar para abater alguma adiposidade em excesso e, por vir de um país onde aquele valor não surpreende e de ter passado dez dias à sombra, deve ser bastante agradável.

         Os minutinhos "esmolados" aos "lariquentos" jornalistas foram todos gastos a observar o debutante. A vontade em cumprir as instruções, a movimentação condizente e... o remate. Potente, dois golos contabilizados e a conclusão das primeiras premissas: "Favorável".

         Não fiquei muito esclarecido quanto à peregrina atribuição do epípeto que lhe atribuem: Bigorna! É que, "seu moço" com a potência e precisão que a Jabulani sai dos seus pés, ele devia chamar-se era "memo" CALATRAVA!

         Puxa, vida!

        

        

quinta-feira, julho 29, 2010

JESUS É BOM!



Kardec: “Jesus é um treinador que sabe muito” ........................................................................................

Então, meninos, vamos lá: agora, digam todos:

Jesus é bom! Jesus é bom!

Muito bem. Tomem lá um santinho, para recordação.

DURO, COMO UMA BIGORNA.

http://4.bp.blogspot.com/_M6zOzW7L_wo/TFFbkVCLuAI/AAAAAAAAETQ/CKLLWL-i0lM/s1600/walter.jpg                                                                        Fui, aqui ao lado (http://dragaopentacampeao.blogspot.com/), buscar esta.


          Diz o aforismo popular que nas situações em que os  nossos argumentos esbarram na resistência inabalável de um interlocutor obstinado e embirrativo é como se estivéssemos a "malhar em ferro frio".

          Mal comparado, o caso que envolveu a contratação de Walter (em português europeu, Valter), é semelhante. Se bem que, nas bigornas, se molde em brasa ferro forjado.

          A frio ou a quente, a questão foi arrumada com a participação do avançado no treino do Olival, às ordens do nanotecnologista Villas (voltei atrás para acrescentar mais um "l") Boas. Não tem nada a ver, mas espero que este dia se torne tão especial para ele como, já há muito, é para mim...

          -Moço, você tá aí é p'ra render. Povão tripeiro não 'stá habituado a moleza, não! Ataca a tal de Jabulani como ferreiro bate ferro em bigorna e vamo em frente! (que atrás vem gente)
          Outra vez, o empresário chefe:
          -Minino, oçê estás nas europa mas não vai a Paris espreita minina no Molin Rouge, não. A malta do fcp iria cobra de oçê e, aí, a porca iria torce memo seu rabo... Juizinho na tola, pois (isto, digo eu).

         Se a cena decorresse no Dragão, era o momento de por no ar a lindíssima voz de Dona Amélia Canossa!



    

ESTAR AQUI, P'RÁS CURVAS....


FICAM TODOS AVISADOS...


                                            SETENTA E QUATRO VELINHAS

                                            DÃO TRABALHO A APAGAR;

                                            MAS DISPENSO AJUDINHAS

                                            PARA QUANDO, ÀS CEM, CHEGAR...

Dragão, Sempre!

quarta-feira, julho 28, 2010

MENINOS DA SPORTTV LEVARAM TAU-TAU!

(in Record online)

"SAD exige pedido de desculpas da Sport TV
POR COMENTÁRIOS A PROPÓSITO DE ROBERTO
14:26
quarta-feira, 28 julho de 2010
"O Benfica respondeu, em comunicado no site oficial, aos comentários em “off” dos repórteres da Sport TV, momentos antes do início da partida com o Sunderland a propósito das exibições de Roberto.
A direção exige um “pedido de desculpas formal e público por parte dos responsáveis da Sport TV”, enaltecendo que até isso acontecer nenhum profissional do clube “vai colaborar ou participar em qualquer iniciativa” da estação."
 ............................................................................
      Não ouvi os comentários dos "desalinhados" locutores da SportTV que suscitaram tão grande mal-estar no clube da Dona Vitória, o que muito me penaliza. Acho que perdi uma excelente oportunidade de, pelo menos por uma vez, ouvir numa estação de televisão opiniões espontâneas e autênticas acerca das "vacas sagradas" da Luz.
     
      Por outro lado, a caricata reacção por parte dos dirigentes encarnados, quais virgens em bordel, ao "deslize" incomum dos servidores atenciosos e reverentes que costumam ser alguns dos locutores de serviço nos canais da TV, parece significar ter sido atingido um ponto sensível do orgulho e jactância que reina actualmente na irmandade lampirídea, incapaz de reconhecer o que parece ter sido o mais caro e desprestigiante "barrete" jamais enfiado pelos prospectores de talentos do clube do regime, só antes superado pelo do que foi o maior presidente da história das "papoilas saltitantes", João VALE E AZEVEDO.

     Vamos estar atento ao desenvolvimento deste curioso incidente entre senhor e servos e esperar com paciência a reacção à penitência a que, a partir de agora, os meninos obedientes da Sportv  ficam sujeitos.


     Portem-se bem, meninos, senão... levam tau, tau! OK?


  

terça-feira, julho 27, 2010

BAÍA É NOSSO!

http://4.bp.blogspot.com/_YZ2fzIvob2s/TE6KkmNhRYI/AAAAAAAAHMM/xgyADisnu8o/s1600/20100727-oJogo.jpg                      
         A opção tomada por Vítor Baía em deixar o Futebol Clube do Porto quando menos se esperava, provocou no mundo do Dragão uma natural reacção, dando lugar às mais diversas especulações e comentários.

         O facto foi conhecido através de um comunicado da SAD portista no qual se dizia que a surpreendente decisão do nosso antigo guarda-redes tinha como causa a vontade do responsável pelas Relações Externas no clube do seu coração desejar entregar-se a um projecto de realização pessoal.

         A  explicação formal contida num trivial comunicado não está, nem de perto nem de longe, ajustada ao estatuto que devem merecer aqueles que serviram com amor, devoção e competência o seu clube de coração.

        Vítor Baía, foi (é) um deles! Merece respeito e consideração e fez jus ao reconhecimento público dos seus méritos e serviços prestados ao clube.

        A melhor homenagem que nós, portistas e seus admiradores, lhe podemos conceder nesta hora é dizer-lhe que o seu destino, ontem como amanhã, foi e será o do nosso Futebol Clube do Porto.

segunda-feira, julho 26, 2010

UF! QUE CALOR!

Solução para  canícula?
(39º, hoje)
Um gato, tem-na.
(em baixo)


Regra 1: não se mexer.
Regra 2: igual à primeira.
Regra 3: igual à primeira e à segunda.
(Sim, sim, todos sabemos que há muitos humanos que as cumprem, religiosamente, todos os dias do ano).

MAIS ALTO E...MELHOR!

        
http://3.bp.blogspot.com/_YZ2fzIvob2s/TE06cYvea0I/AAAAAAAAHL0/845N0WrcoPo/s1600/20100726-oJogo.jpg                                                                            Pretender fazer considerações sobre um jogo que se viu através de um site, com o som de uma estação de rádio que fez o relato que chegava primeiro aos ouvidos que as imagens aos olhos, é tudo menos sensato.

Apesar de tudo vou assumir o risco e sempre digo o seguinte: este Porto está diferente, para melhor. Está a tentar implementar um tipo de futebol mais dinâmico, marcadamente ofensivo e de pressão a todo o terreno.

Alguns jogadores têm agora posições e formas de actuar diferentes, com Fernando mais à frente e o central (ontem Maicon), com liberdade para subir, como sempre gostei de ver. Hulk, ganhou à-vontade e as suas qualidades inatas revelam-se ainda melhor. Agarra-se muito à bola? É porque ela, a Jabulani, é feminina e as mulheres gostam de quem as trata bem...

Falcao, parece ter chegado agora de um curso de requalificação técnica. Subiu de trabalhador indiferenciado (muito produtivo, aliás) e está à espera que lhe juntem uma "muleta" (talvez uma "bigorna" acabe por chegar...) e vão ver a caça que ele vai matar...


No meio está (também) a virtude: Rodriguez, só pode e vai melhorar. Moutinho demonstrará a seu tempo que as maçãs podres (há razões bastantes para supor que elas existem em Alcochete...), quando juntas a outras de qualidade, também dão excelente cidra. Micael e Belluchi são solos de qualidade e são executantes destacados numa orquestra de qualidade. Varela (ó varela, vem à janela!) e não arranjes outros quatro meses de baixa. A "malta" ia "passar-se".


Por agora, falo só do James Rodríguez e coloco Souza na lista. O colombiano que jogava na Argentina escapou, para nossa alegria à "promoção" do Maradona. Quando eles são mesmo bons não precisam de padrinhos para serem vendidos. E o James nasceu para ser estrela!

Não está dito tudo e nem para aqui foi chamado o "piloto" do Jaguar. O "informático", pelos vistos, parece vir a justificar a fama de "crânio" na reparação de computadores e, pelo que até agora foi possível descobrir, "desenrasca-se" na formatação e inovação.

E, sabem? Já se vêem muitos sorrisos com o design do logótipo da EDP no rosto dos Dragões. Só que são azuis...

domingo, julho 25, 2010

BIKE TOUR PORTO: MELHOR QUE 2009.

       Tal pai....


  Esta segunda participação (e última?) no Bike Tour Porto 2010 foi ainda melhor do que a do ano transacto. O facto de ter chegado cerca de meia hora mais cedo ao local de partida para tomar o autocarro até à Ponte da Arrábida, permitiu o arranque para o regresso ao Castelo do Queijo numa posição inicial mais desafogada. Bom tempo e uma prévia preparação com vista a melhor poder enfrentar o andamento do percurso, resultou na melhoria do tempo gasto que foi de 1H15 minutos e um desgaste físico normal.

                                                                   ...tal filho!

         Enfim, foi um manhã de domingo diferente e divertida e um gosto acrescido por ter podido representar o "meu" Futebol Clube do Porto, envergando a gloriosa camisola das riscas verticais azuis e brancas.
 A longa fila, na longa espera.

sábado, julho 24, 2010

AQUI VOU EU!

   Conhecendo as manhas à "burra" 


    Tudo "au point" para outra aventura no BIKE TOUR DO PORTO!

         Amanhã, ainda o astro rei se prepara para vencer, pelo menos, dois fusos horários antes de chegar ao de Greenwch, já este "menino" vai estar vestido "à Anquetil" ou "Eddy Merckx" (para quem já não se lembra quem foram estes, aqui vão outros mais actuais: Lance Amstrong ou Contador). Mas, a mim, atendendo ao físico (sobretudo na cintura), ando mais próximo da silhueta do Joaquim Agostinho...

         8h30, Castelo do Queijo (por que bulas, "do queijo"?), e, dali, após alguns minutos estamos em cima da Ponte da Arrábida e vai tudo pegar na "burra"; 11H30 (maluco sofre, de impaciência e de calor), pum!, e, tal como um bando de pardais, mexem os pedais (olha, fiz rima). Agora, a descer (mal dá para aquecer, olha rimou de novo) já sentimos o cheirinho do vinho do Porto (isto sou eu a divagar...) e enfrentamos o primeiro banho de multidão (poderá, aqui haver algum exagero) e já estamos em cima do rio mais valioso de Portugal sem pensar que Eiffel sabia muito bem o que fazia, para entrar no túnel (o' diabo, o melhor é a gente prevenir-se...) e, a Ribeira, ali tão linda, a ver-nos passar. Na Arrábida, a gente já quase não repara porque começa a pensar se a "meta" ainda está longe. O que vale é a Foz, tão linda e fresca que quase nos tenta a ficar por ali. "Fogo", só faltava agora esta subida e este ar "descondicionado", a que nós, lá por Viana, chamamos vento. E, pá, já estou a ver a rede ou são visões da "larica"? Uf, uf, uf, acabou!

         Burras acondicionadas na Dragão Mobile e regressemos ao cantinho, a tempo de participar na grande festa do Senhor do Cruzeiro e das Necessidades, em pleno decurso.
 
Honrar, de novo, a camisola.
,

COLOSSO (TAMBÉM) A GASTAR!

[Sinal+de+trânsito.JPG]                         "Noventa milhões e novecentos mil euros. Este é o valor da compra dos passes do jogadores que integram o plantel do Benfica 2010/2011. A versão ainda não é definitiva, mas a disponível para marcar o arranque perante os associados"
 (v.g. JN, de hoje)


         A gente lê e volta a ler! NOVENTA MILHÕÕÕEEESSSS e NOVECENTOS MIL euros "estourou" o Sport Lisboa e Benfica com as contratações do seu actual plantel!
     
         Com um déficite galopante a aproximar-se dos QUATROCENTOS MILHÕES de euros, MILHÕES,  leram bem, quem avaliza este balúrdio alucinante de gastos?

         Ainda vai sobrar para (todos) nós, ó se vai!
         

      

sexta-feira, julho 23, 2010

TAMBÉM NÃO APRECIO COMIDA REQUENTADA.

Ver imagem em tamanho real
     Hoje, ainda não eram treze horas e já tinha almoçado. Ganhara algum tempo e resolvi tomar o café habitual no "Tasco do Neu" e a pé,  porque o caminho é chão e curto, lá chegado a chávena já estava na minha frente a fumegar. Sem açúcar, como é de meu gosto, sorvia com prazer um gole do líquido fumegante, a TV à minha frente sintonizada na RTP1 passava uma reportagem onde o bispo auxiliar de Lisboa (neste momento não me ocorre o seu nome)  fazia algumas críticas aos altos rendimentos dos bancos e dos seus respectivos  administradores e com isso, pretendia alertar para os que passam neste momento de crise por grandes necessidades, a que urge responder sem demora.

        Estava já no fim do meu café quando a peça terminou e, na pantalha surgiu a figura do inefável Carlos Daniel. Apanhado de sufoco não reagi logo ao impacto do súbito aparecimento do pivot  do noticiário e foi, com um ar de perplexidade, que dou conta da sua indumentária, em tudo diferente da do dia anterior e que me levou a postar, ontem, neste mesmo blogue.

        E não era caso para menos. Reparem: o fato era de um azul marinho profundo e a gravata, a gravata amigos, azul, azul bebé mesmo a condizer com a expressão do seu rosto de menino de coro de lábio embebecido.

       Com as ideias na cabeça um tanto baralhadas, sem atinar muito bem com as conclusões a tirar da súbita e duvidosa opção pelas cores do Futebol Clube do Porto de tão fanático prosélito do clube da Dona Vitória, fui sentar-me na esplanada de costas para o aparelho, a matutar no que vira. Nã, aqui houve coisa; ou o homem tomou conhecimento do meu comentário (hipótese, aliás, bem remota) ou, com as orelhas quentes das críticas que lhe chegaram aos ouvidos, entendeu dever mascarar-se com as cores do Dragão para mostrar equidistância clubística.

        Se aquela foi a intenção falhou nos propósitos, porque, como é dito "o hábito não faz o monge".

        E comida requentada, só no Natal, a "roupa velha".

VÍTOR BAÍA, dr.!

       
  VÍTOR BAÍA, como guarda-redes do Futebol Clube do Porto e da Selecção Nacional, foi um dos melhores de sempre no seu posto, quer a nível interno quer externo.

           Terminada a sua longa carreira como desportista de sucesso, Vítor Baía, passou a desempenhar funções nos órgãos directivos do clube como responsável pelas Relações Externas, a convite do Presidente Jorge Nuno Pinto da Costa, admirador confesso das qualidades excepcionais inatas existentes no leceiro e portista de coração, Vítor Baía.

          Habituado como foi a trabalhar no limite para poder chegar ao Olimpo dos eleitos, Baía não se deixou embalar na cómoda situação de rotineiro prestador de tarefas e a viver à sombra dos feitos passados. Escolheu o caminho da valorização académica superior e matriculou-se no Curso de Gestão do Desporto, no ISMAI, que acaba por concluir esta semana com a média de DEZOITO VALORES!
 
          Dizem, também, as notícias que Baía, para além da aplicação nos estudos das disciplinas curriculares foi um aluno muito interveniente na vida académica, pelo que gozava de uma natural estima e prestígio no meio estudantil.

          Parabéns, dr. Vítor Baía! Todos os portistas acreditam que está agora ainda mais capaz de se superar a si próprio e ninguém duvida que o seu futuro brilhante será também o do seu Futebol Clube do Porto!

quinta-feira, julho 22, 2010

GOMES AMARO: UM ENORME LOCUTOR DESPORTIVO!

A revolução do Relato by Gomes Amaro

"Ajeitou o balão... requetou... bateu… e é GOOOOOL!!!!"

Há uma voz que inevitavelmente ecoa na cabeça de grande parte dos adeptos portistas. Quando a televisão raramente transmitia jogos de futebol, quando os domingos à tarde e as quarta-feiras à noite eram Dia de S.Futebol… Gomes Amaro e a sua equipa eram os nossos olhos nos estádios onde não podíamos ir apoiar o nosso FêCêPê. Lembro-me de ainda catraio dizer: “Oh pai… põe no Amaro.” Ou então: “Aqui não dá o Amaro?”. Um estilo cativante, revolucionário, bem disposto, com uma dinâmica impressionante, aliando expressões linguísticas marcantes que ficarão para a eternidade. Na rádio em Portugal haverá o Antes de Amaro e o Depois de Amaro... e mais nenhum conseguiu criar uma unanimidade tão grande (pelo menos entre os portistas), como ele:

"Cáááátáááá Firme… Mlynarczik!"
"Lá vai Paulo Futre… camisa 10... pega na direita, bota na canhota... passa por um... dois... três... requetou... fuzilou... e é GOOOLL! E quiiii Goool!"
"Lá está ela… no Fundinho do Barbante!"
"Está lá dentro Tibi… e agora... não adianta chorar!"

E as melodias que acompanhavam os golos?

“Que bonito é,
As bandeiras tremulando,
A torcida delirando,
Vendo a rede balançar”

“É gol!
Que felicidade!
É gol!
Na Rádio Porto, Rádio Press, Comercial Norte, mais recentemente na Festival e na GaiaFM, Gomes Amaro com ou sem a sua mítica equipa do Quadrante Norte, produtora independente que há mais de duas décadas faz os relatos dos jogos do Porto, foram quase sempre os mensageiros das boas novas… e por isso a sua voz ficará para sempre na nossa memória!
(Do blogue FÊCÊPÊ - Orgulho e Glória,  com a devida vénia).http://fecepe.blogspot.com/2006/12/revoluo-do-relato-by-gomes-amaro.html
..................................................................................
Tive o prazer de o conhecer e ao João Veríssimo. Em Coimbra, num particular com a Académica, com Fernando Couto a estrear-se pelo Futebol Clube do Porto, Amaro, convidou-me para estar a seu lado enquanto fazia o relato directo do encontro. João Veríssimo, que durante muito tempo com ele fez dupla, fez-me uma curta entrevista na bancada, no intervalo de um jogo, nas Antas.
Nunca perdia um relato deste locutor extraordinário quer estivesse, ou não, a ver o jogo. Sendo portista, o seu trabalho era isento e rigoroso e não poupava nos elogios ao FCPorto, quando eram merecidos ou na crítica quando era preciso.
Quis contactá-lo em Viena, na final dos Campeões, mas não consegui.

Ainda recentemente tinha a seu cargo, no Porto Canal (posição 14), um programa intitulado, salvo erro, Tribunal, (estava no ar a partir das 23 horas) onde atendia com a sua proverbial afabilidade as perguntas e opiniões de milhares de telespectadores.

GOMES AMARO, um senhor, cujos méritos e serviços prestados ao nosso clube não foram ainda devidamente agraciados, como seria de justiça. 
  


NÃO COMO DO QUE NÃO GOSTO.

http://4.bp.blogspot.com/_pl6_TvdHuMI/R1CsprNvCxI/AAAAAAAAABk/jL6YLvaD9QE/s1600-R/aguiaVitoria.jpg


http://www.esj.pt/files/13/132.jpg
          Estava a seguir com interesse o programa que a RTP1 vem a realizar sobre as sete maravilhas de Portugal, hoje dedicado a Freixo de Espada à Cinta, uma terra maravilhosa que não tive ainda oportunidade de conhecer mas que faz parte da lista do que espero ainda ir a tempo de fazer.

          Às treze em ponto, de comando na mão, estou à espera da abertura do noticiário para ficar, pelo menos durante o tempo necessário para conhecer qualquer notícia incentivadora que me motivasse para ali permanecer.

          No ecrã "dou de caras" com o sr. Carlos Daniel com o seu fato de estação cinzento-claro e, ao pescoço, uma gravata vermelho-vivo, a condizer (com a roupa e com a sua paixão clubística)

          Foi instintivo, eléctrico, fulminante: zapping!

    

terça-feira, julho 20, 2010

MIGUEL SOUSA TAVARES

       
        Miguel Sousa Tavares escreve semanalmente a crónica Nortada, às terças-feiras, em "A Bola" e que eu, como milhares de portistas e milhões de benfiquistas, leio com alguma regularidade.

         MST, é conhecido pela sua multifacetada actividade na área da comunicação social, seja como jornalista, comentador em várias áreas, autor e intérprete de trabalhos literários tendo, nestes últimos anos, obtido enorme notoriedade como escritor e participação em movimentos cívicos. A atitude frontal e a determinação que evidencia na defesa das suas ideias conferem-lhe um estilo sui generis, capaz de suscitar polémicas e turbulentas críticas.

         Na área do desporto, para além do gosto pela caça, o que mais releva na figura de Miguel Sousa Tavares, é a sua confessa paixão pelo Futebol Clube do Porto e, nem mesmo a particularidade de há muito tempo a esta parte, tanto quanto se pode concluir, ser figura incontornável da sociedade lisboeta, na sua esmagadora maioria avessa ao clube da Invicta, essa situação não parece causar-lhe constrangimento antes lhe confere o privilégio do herói simpático em território hostil.

        O tema mais frequente das Nortadas é o Futebol Clube do Porto, de quem parece ainda ser sócio e, no seu estilo contundente, às vezes implacável e impiedoso, zurze em tudo quanto mexe no Clube, desde a Direcção à equipa técnica, tendo como alvo preferencial o desempenho dos atletas e as suas qualidades técnicas, nutrindo por alguns deles verdadeiro "ódio de estimação".

        Ninguém nega ao portuense distinto e celebrado dragão o direito de, como e onde, muito bem lhe aprouver divulgar as suas ideias e originais críticas. É um direito inalienável e fará dele o uso que lhe der na real gana, inclusivamente, escrevendo as crónicas para o jornal "A Bola", para gáudio dos praticantes do antiportismo militante. Lamento é que em nenhum outro jornal, inclusive onde escreve Miguel Sousa Tavares, jornalistas como Leonor Pinhão, ou Júlio Cervan, ou Ricardo Araújo Pereira, todos inveterados benfiquistas confessos, não perfilhem da mesma cartilha e sigam critérios diametralmente opostos.

       Ainda que, presumo, também eles, pelo menos às terças, devam começar o dia pela "sagrada leitura da Bola". ( in Nortada, A Bola, 2010.07.20).

DIA INTERNACIONAL DA AMIZADE.



AMOR (ao Futebol Clube do Porto) É FOGO QUE ARDE SEM SE VER.

(Dedicado aos imensos amigos do Futebol Clube do Porto, o melhor clube do Mundo, com especial carinho para os que já não estão entre nós e muito o amaram))
Amor é fogo que arde sem se ver
É ferida que dói e não se sente
É um contentamento descontente
É dor que desatina sem doer

É um não querer mais que bem querer
É solitário andar por entre a gente
É nunca contentar-se de contente
É cuidar que se ganha em se perder

É querer estar preso por vontade
É servir a quem vence, o vencedor
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade,
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?

Luís de Camões

segunda-feira, julho 19, 2010

INTELIGÊNCIA E CALMA.

http://1.bp.blogspot.com/_M6zOzW7L_wo/TEOBb5o0ygI/AAAAAAAAER4/Z64MzhALBnQ/s1600/PortoAjax18Julho4.jpg       
( Foto: Dragaopentacampeao: http://dragaopentacampeao.blogspot.com/)


          Mais de quarenta mil no Dragão para ver um jogo de apresentação de uma equipa do Futebol Clube do Porto num formato ainda necessariamente provisório, é a primeira ilação positiva a tirar da "rentrée", de ontem.

          Tão significativo número de sócios e adeptos no Dragão significa interesse, expectativa e apoio à nova equipa técnica e revelam os bons efeitos que a reestruturação encetada já produziu.

          A equipa inicial integrou alguns jogadores recentemente chegados ao clube e outros que já faziam parte do plantel no ano transacto. Os internacionais que estiveram no mundial, Beto, Meireles, Bruno, Álvaro Pereira e Fucile, cinco presumíveis titulares se todos continuarem no clube, ainda estiveram ausentes.

          Num período inicial de vinte minutos o futebol que se viu agradou e resultou num golo que fez o resultado final. Os restantes minutos da partida terão sido menos interessantes.

         Dos que actuaram, Hulk apresenta já um bom nível de forma e os novos, sem deslumbrarem nesta partida, também não desiludiram.

         No encontro próximo da verdadeira apresentação, contra o Sampdória, serão já muito mais que  vinte minutos com registo de bom rendimento global do conjunto, do que se poderá então concluir que, cumprindo um terceiro encontro o FCPorto estará preparado para Aveiro, no dia 7 de Agosto próximo.

        Adeptos e sócios têm que interiorizar que Roma e Pavia não se fizeram num dia. Nesta fase, o melhor que todos podemos fazer, é ter um comportamento inteligente e muita calma.

        Recomendo, a fechar, que não deixem de acompanhar o nosso grande reforço para a época que se avizinha; é espanhol, chama-se Roberto, é uma aposta do divino jesus e, para fazer a nossa felicidade, substituiu Quim na baliza do clube da Dona Vitória.

domingo, julho 18, 2010

NÃO HAVERÁ POR LÁ OUTRA, COMO ESTA?

http://1.bp.blogspot.com/_DiEK4C0Jnhg/TEKiA631QZI/AAAAAAAADAY/gGvyv95_LzU/s1600/1paginaGrande.gif                                   O que é o mesmo que dizer, na árvore onde A LARVA VERDE não corrompe as maçãs.

QUERIDA RR.

    São oito da manhã e, em cima da bicicleta, atravesso a ponte de Lanheses no regresso de mais uma pedalada de preparação na eco via da margem esquerda do Lima para o "Bike Tour" do próximo domingo e os auscultadores do rádio do telemóvel nos ouvidos, dão-me o resumo da actividade desportiva de ontem dos três clubes portugueses com maior número de adeptos, pelo som da "querida" Rádio Renascença, do ex-vice de Vale e Azevedo, A. Sala.

        Foi mais ou menos assim: 

        Em primeiro lugar uma referência do torneio de Guimarães onde participa o Benfica, com referência aos autores dos golos encarnados, a que se seguiu um comentário sobre a equipa lisboeta e a alguns dos seus jogadores. Abriu-se, depois, o microfone a jesus dando-lhe a oportunidade para justificar a razão do "encaixe" de mais TRÊS golos da sua defesa e passar por cima do facto do seu discípulo dilecto, o espanhol Roberto, em apenas três jogos já ter na capoeira SEIS bem nutridos frangos.
A seguir veio o Sporting e a sua festa de apresentação marcada para Alvalade perante os franceses do Lion, dando alguns pormenores relativos à estreia leonina na presente época.

Em último lugar lá se falou do FCPorto, assim: -Uma outra equipa faz, também, hoje a sua apresentação. O FCP vai defrontar, às 18 horas, os holandeses do Ajax. Tout court.



Somos um país que, dizem, vive em democracia e que a Constituição garante a igualdade de tratamento para todos os portugueses. É verdade, mas só alguns gozam do privilégio de ser mais iguais do que outros...

ROBERTO, O ELEITO DE JESUS.

       É o apóstolo predilecto de Jesus, Roberto, o discípulo vindo da mui católica Espanha convertido aos poderes e sabedoria do mestre da igreja vermelha do bairro lisboeta da Luz, a preço generosamente caritativo, uns trocados como são 8,5 MILHÕES de euros para quem tem um déficite crónico perto de chegar aos QUATROCENTOS (!!!) milhões.

      Ontem, em Guimarães, mostrou de novo quão pequeno foi o preço da sua altura e da arte de bem  encaixar: em três remates que foram direccionados à baliza que era suposto defender, encaixou TRÊS golos (!), para somar aos dois que já trazia da Suiça e completar uma mão cheia. Dois "joguinhos" CINCO golinhos na capoeira*. A brincar, que quando for a sério...

      Afinal, já não há mesmo ninguém em quem confiar, se até Jesus nos pode enganar...
* Rectifico: em Sion, foram três o que completa meia dúzia. Não queria passar por exagerado...

sábado, julho 17, 2010

OS BOMBOS DA FESTA!

         O "Bigorna" para os moldar....

http://saraunanet.files.wordpress.com/2008/05/yunke.jpg















...os bombos p´ra festejar.

WALTER "BIGORNA" INCÓGNITO NO PORTO.

        
http://4.bp.blogspot.com/_DiEK4C0Jnhg/TEFCzwRR1DI/AAAAAAAADAA/vFRW6uJN9d0/s1600/1paginaGrande.gif
COMO SÓ FALTAVA A LETRA PARA TANTA MÚSICA... 

  "Seu" Walter, assediado,
  veio lá do outro lado
  para jogar no Dragão.


  Mas como chegou cansado,
  p'ra não ser incomodado
  escondeu-se, o figurão!




                 Anda por aí, incógnito
                 de óculos e rosto pintado.
                 Parece gato pingado
                 acompanhar num velório.


  Mas amanhã, finalmente!
  à frente de tanta gente
  a vibrar de emoção,


  o "bigorna", de contente,
  Vai dar seu grito potente:
  -Até que enfim, sou Dragão!

 ( Palmas )

sexta-feira, julho 16, 2010

LIGA DOS CAMPEÕES

          CELTIC, da Escócia, no caminho do Sporting de Braga, na 3ª eliminatória de Liga dos Campeões.

           É bom que os bracarenses se comecem a habituar ao wisky escocês, porque lhe podem servir um zurrapa intragável, como este Celtic, de Glasgow...

           Good luck, mister Domingos.

           SORTEIO.
Jogos da 3.ª pré-eliminatória:
Ajax (HOL) – PAOK (GRE)
Dínamo Kiev (UCR) – Gent (BEL)
Young Boys (SUI) – Fenerbahçe (TUR)
Sp. Braga (POR) – Celtic (ESC)
Unirea Urziceni (ROM) - Zenit S. Petersburgo (RUS)
AIK Solna/Jeunesse Esch - Linfield FC /Rosenborg
AC Omonia/FK Renova - Salzburgo /HB Tórshavn
Bohemian / TNS - Anderlecht (BEL)
Aktobe / Olimpi Rustavi - H.Tel-Aviv / Zeljeznicar
FK Partizan / FC Pyunik - FK Ekranas / HJK Helsinki
Litex Lovech / Rudar Pljevlja - Birkirkara FC / MSK Zilina
FC Sheriff / Dinamo Tirana - Dinamo Zagreb / FC Koper
Liepajas / Sparta Praha - Inter Baki / Lech Poznan
BATE / Hafnarfjördur - Copenhaga (DIN)
Levadia Tallinn / Debreceni - Basileia (SUI)

A PAZ PODRE DO CLUBE DE DONA VITÓRIA.

http://3.bp.blogspot.com/_DiEK4C0Jnhg/TD1d-bk-1NI/AAAAAAAAC-w/sAGZ5AmAHlE/s1600/wdiag.jpg          Para os lados da Luz tudo aparenta correr com a maior das normalidades, agora que a nova época começa a dar os primeiros passos. A equipa já regressou do estágio em Sion, na Suíça, os resultados obtidos parece não terem decepcionado os adeptos e, a dar ênfase às declarações do seu recém entronizado técnico, futuro vencedor de todas as competições onde vai estar presente.

          Neste cenário de verdadeiro Mar da Tranquilidade lunar a subserviência da comunicação social aos interesses do benquisto e amado SLB é embebecedora, mesmo ternurenta. Nem uma palha mexe no ninho da águia vitória que mereça uma censura, uma discordância, uma contrariedade. Tudo se faz na santa paz e sob a protecção de Jesus, o anti-cristo.

          No cenário que acima se construiu, a efabulação à volta de alguns processos ainda não concluídos podem colorir com cores mais pesadas a paisagem que nos querem mostrar. Estão entre eles a revisão dos contratos, já reclamada, de Luisão, David Luís, Fábio Coentrão, Cardozo, Máxi Rodrigues e Amorim, para só falar dos mais mediáticos, exigindo melhoria salarial.

          O treinador, contratado na época transacta ao preço de trabalhador indiferenciado, ascendeu à categoria de técnico especialista  e reclama estatuto remuneratório a condizer.

          Já foram gastos alguns milhões em três aquisições, sendo que a  maior atingiu a módica quantia de 8,5 milhões de euros! Os dirigentes continuam no mercado à procura de mais dois craques para satisfazer as exigências do grande mister.

          Quim, o guarda-redes baixinho, não tinha as medidas para encher o ego do rei da táctica e foi posto "à porta" porque o olho de águia já tinha outro debaixo do dito há muito tempo, lá para a terra de Cervantes e Sancho Pança. Obteve a proeza de o prender, antes de outros afamados emblemas mundiais que andavam "a trás dele", pela ninharia que acima se indicou. Os dois frangos que deu na estreia confirmam os créditos do avalizador e abrem excelentes perspectivas de negócio de churrascaria a abrir no túnel do Estádio da Luz.

          Os rios de dinheiro que se espera virem a desaguar nos cofres secos da administração encarnada, vindos do eldorado da Liga dos Campeões, mesmo somados ao produto da venda desesperada do Anjo da Maria, pela comiseração de Mourinho, ao Real de Madrid, do tipo "pega lá este e cala-te", mal deverão chegar para pagar os juros dos empréstimos a curto prazo.

          E, já nem vale a pena falar do passivo acumulado de quase quatrocentos milhões de euros que o Benfica jamais será capaz de anular. Porque, já não seria a primeira vez, será o Estado a fazê-lo com os impostos dos portugueses. Ou não fosse o SLB, o clube de sempre do regime...

quinta-feira, julho 15, 2010

LIGA EUROPA

Resultados da segunda pré-eliminatória da Liga Europa:
FC WIT Georgia (GEO) - FC Banik Ostrava (Rep.Checa), 0 - 6
FK Atyrau (KAZ) - Györ (HUN), 0 - 2
FC Rabotnicki (MKD) - FC Mika (ARM), 1 - 0
Valletta FC (MAL) - KS Ruch Chorzow (POL), 1 - 1
FK Tauras (LTU) - APOEL FC (CYP), 0 - 3
OFK Belgrade (SER) - FC Torpedo Zhodino (BLR), 2 - 2
ND Gorica (SLO) - Randers FC (DIN), 0 - 3
FK Ventspils (LET) - FK Teteks (MKD), 0 - 0
Olimpia Balti (MDA) - Dinamo Bucarest (ROM), 0 - 2
MyPa-47 (FIN) - Sant Julia (AND), 3 - 0
EIF Elfsborg (SUE) - FC Iskra-Stali (MDA), 2 - 1
FK Austria Vienne (AUS) - NK Siroji Brijeg (BIH), 2 - 2
FC Zestafoni (GEO) - FK Dukla Banská Bystrica (SVK), 3 - 0
FC Honka Espoo (FIN) - Bangor City FC (GB), 1 - 1
FC Dynamo Minsk (BLR) - JK Sillamäe Kalev (EST), 5 - 1
FK Bakou (AZE) - FK Buducnost Podgorica (MNE), 2 - 1
Anorthosis Famagusta FC (CYP) - HNK Sibenik (CRO), 0 - 2
Stabaek IF (NOR) - FC Dnepr Mogilev (BLR), 2 - 2
Molde FK (NOR) - FK Jelgava (LVA), 1 - 0
Gelfe IF (SUE) - Dinamo Tbilissi (GEO), 1 - 2
Cercle Bruges (BEL) - FC TPS Turku (FIN), 0 - 1
PFC Levski Sofia (BUL) - Dundakl FC (EIR), 6 - 0
FC Lausanne (SUI) - KF Bora Banja Luka (BIH), 1 - 0
Kalmar FF (SUE) - FC Dacia Chisinau (MDA), 0 - 0
FC Differdange 03 (LUX) - Spartak Zlatibor Voda (SER), 3 - 3
KFK Siauliai (LIT) - Wisla Cracovie (POL), 0 - 2
FC Utrecht (HOL) - KF Tirana (ALB), 4 - 0
Brondby IF (DIN) - FC Vaduz (LIE), 3 - 0
Maccabi Tel-Aviv FC (ISR) - FC Mogren (MNE), 2 - 0
Besiktas Istanbul JK (TUR) - Vikingur (FRO), 3 - 0
NK Zrinjski (BIH) - SP Tre Penne (SMR), 4 - 1
FK Suduva (LIT) - Rapid Vienne (AUS), 0 - 2
FC Videoton (HUN) - NK Maribor (SLO), 1 - 1
KS Besa (ALB) - Olympiakos FC (GRE), 0 - 5
Mortherwell FC (SCO) - Breidablik (ISL), 1 - 0
CS Maritimo (POR) - Sporting Fingal (EIR), 3 - 2
Cliftonville FC (NIR) - HNK Cibalia (CRO), 1 - 0
Portadown FC (NIR) - FK Qarabag (AZE), 1 - 2
Shamrock Rovers (EIR) - Bnei Yehuda Tel-Aviv FC (ISR), 1 - 1
KR Reykjavik (ISL) - FC Karpaty Lviv (UCR), 0 - 3
22:26 - 15-07-2010

O QUARESMA QUE EU CONHECI!

      Quaresma e Ozkan, F.C. Porto vs Besiktas (LUSA)
           No link que abri para ver o Futebol Clube do Porto e o Trabzonspor, já decorria a segunda parte, sem que adivinhasse porquê, aparece-me no computador um outro jogo deixando de poder seguir o que mais me interessava.

          A língua falada pelo locutor de serviço era-me estranha em absoluto mas, surpreendentemente, ouvi o nome de Quaresma e, continuando a ver e ouvir, a referência ao "nosso" antigo extremo repetiam-se amiúde.

          Ainda antes de o ver em grande plano identifiquei-o pelo estilo e forma de jogar. Inconfundível e inigualável. Com a sua equipa ao ataque, vi um Quaresma igual ao dos melhores momentos do Dragão, não, ainda superior, fantástico, pujante, tecnicista, perfeito! As bancadas cantavam e Quaresma, repetidas vezes, tinha que agradecer com gestos. Para o locutor, só Quaresma jogava. Até os companheiros pareciam contagiados e um deles (nº 8 na camisola) estava à sua altura.

          Lembrei-me da selecção portuguesa e da falta que fez lá um extremo como o cigano-artista! Quem se esqueceu dele? Qual o crime que cometeu se, tecnicamente, não havia outro igual em Portugal? Porque se convocou um cepo como Amorim, arrancado ao doce farniente dos festejos carnavalescos recentemente vividos, sendo ele preterido? Como pôde Mourinho, o number one, ter-lhe dado tão poucas oportunidades acabando por dispensá-lo?

         Os cada vez mais insondáveis labirintos misteriosos do futebol actual.

OS "EMIGRANTES" DE MARIENFELD.

          Verdadeiros emigrantes a trabalhar em Merienfeld, na Alemanha, a comitiva do Futebol Clube do Porto orientada pelo mais jovem técnico do futebol português, o qualificado André Vilas Boas. Tudo programado ao pormenor e executado ao milímetro; exercícios inovadores, variados e em permanência, executados em simultâneo por todos os atletas. Rigor e disciplina, bem ao estilo e gosto da grande nação germânica. Angela Merckel, não tem melhor.

           Sem direito a holofotes nem directos em telejornais. Discretos, mas concentrados no trabalho, tal qual os milhões de compatriotas emigrantes que fazem a nossa diáspora e honram e ajudam Portugal, mesmo que lhe neguem o apoio e o respeito que merecem.

           Hoje, o trabalho revestiu a forma de jogo a sério. Veio da Turquia o Trabbzonspor, sentado na cadeira do 5º classificado do campeonato turco.

           Mesmo amigável o jogo teve resultado porque sempre são contados os golos, quando os houver. Hulk, obteve um, aos 33 minutos, em remate cruzado, servido com mestria por Rúben Micael e fez o resultado. Na blogosfera abundam referências à partida e até transmissões directas não faltaram.

           A exibição da primeira parte, com uma formação integrando jogadores mais experientes, terá suplantado a segunda, pelas mexidas introduzidas. Há que dar oportunidades a todos de se poderem mostrar ao treinador.

          Hukk, Moutinho, Cebola, Falcao, Ukra e Helton, sem preocupação de ordenamento valorativo, destacaram-se nos pormenores. Em trabalho e empenho, foram todos os melhores.

20:45
         

quarta-feira, julho 14, 2010

FALAR À PORTO.

          Boa malha, James. É assim que se fala: à Porto, carago! 

          Já sabes que estás no MELHOR clube de Portugal. Agora, somos nós que te queremos lembrar que fazes parte da MELHOR equipa portuguesa e tens o apoio dos MELHORES adeptos do MUNDO!
         
          Essa camisola que vestes tem CENTO E DEZASSETE anos de história! É o nosso orgulho e, agora, também o teu. Engrandece-a, com a tua arte e empenho e serás um dos nossos, para sempre!http://3.bp.blogspot.com/_YZ2fzIvob2s/TDzld_a5skI/AAAAAAAAHGk/Vc4E4zFcUxs/s1600/20100713-oJogo.jpg

terça-feira, julho 13, 2010

WORLD BIKE TOUR PORTO.

          O ano passado foi assim.
(Põe-te direito, pá! Estás na internet.)


No dia 25 próximo, esta camisola vai estar na Ponte da Arrábida, descerá ao cais de Gaia, atravessará a ponte de D. Luís, passará o túnel (com tranquilidade, aqui não há stwards) da Ribeira, vai chegar à Foz e cortar a meta em Matosinhos, em cima de uma bicicleta.
          
            (E terá feito parte, mais uma vez, do segundo cenário mais belo de Portugal.
              O primeiro é Viana...)

           Tem nas costas o nº 96 e um pseudónimo inspirado no líder da família dragoniana. Mas como já não é pinto só podia ser GALO DA COSTA.

A "INVICTA" CIDADE DO PORTO.

(http://paixaopeloporto.blogspot.com/)

 Ricardo Vara

História e Origem

        O Porto tem origem num povoado pré-romano. Na época romana designava-se Cale ou Portus Cale, sendo a origem do nome de Portugal. No ano de 868, Vímara Peres, fundador da terra portugalense, teve uma importante contribuição na conquista do território aos Mouros, restaurando assim a cidade de Portucale. O epíteto de "Antiga, Mui Nobre, Sempre Leal e Invicta" foi-lhe atribuído na sequência de feitos valorosos dos seus habitantes.


O Porto é a cidade que deu o nome a Portugal – desde muito cedo (c. 200 a.C.) que se designava de Portus, vindo mais tarde a tornar-se a capital do Condado Portucalense, ou Portucale (Reino que deu o nome a Portugal). É portanto uma das cidades mais antigas e com um dos nomes mais antigos em todo o mundo;
O Porto desempenhou um papel fundamental na defesa dos ideais do liberalismo nas batalhas do século XIX. Aliás, a coragem com que suportou o cerco das tropas miguelistas durante a guerra civil de 1832-34 e os feitos valorosos cometidos pelos seus habitantes — o famoso Cerco do Porto — valeram-lhe mesmo a atribuição, pela rainha D. Maria II, do título — único entre as demais cidades de Portugal — de Invicta Cidade do Porto (ainda hoje presente no listel das suas armas), donde o epíteto com que é frequentemente mencionada por antonomásia - a «Invicta»).

QUERIDA RTP.

     
Informação  
              Hoje, no noticiário das 8 horas, no canal 1 da RTP, a locutora de serviço confirmava a NOTÍCIA  que vinha sendo passada em nota de rodapé:

             "O FUTEBOL CLUBE DO PORTO, empatou a um golo com uma equipa da QUARTA DIVISÃO" da Alemanha.

         Até eu, que sou portista e acompanho o estágio em Marienfield com compreensível interesse já tinha esquecido do resultado e do dia do treino em que ele se realizou...

         Muito obrigado, querida RTP1!

segunda-feira, julho 12, 2010

O JUDAS DE JESUS.

http://3.bp.blogspot.com/_YZ2fzIvob2s/TDrFpjz0yQI/AAAAAAAAHF8/q8xbp0LbMBA/s1600/20100712-Record.jpg         Foi "descoberto" por Jesus, "o divino", num catálogo lançado num cesto de papéis duma cidadezinha espanhola com o nome de Madrid, sede do clube onde era terceiro na escala das preferências do Quique, o último fracasso da escolha de treinadores da dupla Vieira e Costa.

        Confirmada a transferência para os lampiões o aprendiz de guarda-redes passou, da noite para o dia, a craque pretendido pelos maiores clubes da terra, tendo rejeitado propostas fabulosas para assinar contrato por muito mais do que os ridículos 8,5 milhões que o Benfica (?) irá pagar (?) pelo seu passe. Mas, compreendem, o espanhol nutre desde o berço uma sedução irresistível pelo clube da Dona Vitória que, qualquer outra opção o deixaria traumatizado para toda a vida.

        Ontem, lá para os lados de Sion, na Suíça, Jesus "o divino", lá lhe confiou a baliza. Era uma estreia e o goleiro (não, o portero), só queria mostrar quão espertos haviam sido os dirigentes do clube do regime e entrou com "ganas" de mostrar tudo o que vale. E, surpresa das surpresas, a esperança luso-ibérica foi muito mais longe do que seria normal no manancial das suas qualidades, ao revelar-se um excelente frangueiro que o habilita, desde logo, a tratador da ave de rapina e compatriota Vitória e a óbvia dispensa do actual.

         Gente, aqueles dirigentes não são, apenas, bons na prospecção e exploração de petrólio!

       

ESTE "CARA" NÃO ME FAZ SORRIR...

          Anda há muito tempo a ser falado e a fazer capas de jornais, dando-o como certo no Futebol Clube do Porto. Desconfio. Há show a mais para os hábitos e estratégias que os Dragões costumam adoptar nas contratações que efectivamente lhe interessam e a insistente publicitação de referências ao "cara" brasileiro têm o ar de simulação de fogo fátuo, bem ao gosto brasileiro.

           Não sei o que vejo na cara do "moço" que não me deixa muito tranquilo. Eu sei que "seu" Walter tem é que tratar bem a jabulani e, mesmo que não caia no goto das nossas dragonas pelo seu carão quiçá algo duro, eu espero que ele seja "memo" é odiado pelos guarda-redes e claques dos nossos rivais.

           Para o conseguir o "negão" vai ter que contrariar o que por aí se vai soprando à boca pequena; inverter a estatística que lhe atribuem e obter em dez, nove remates certeiros à baliza e apenas um para as bancadas. E aquela tendência inata que lhe é atribuída de gostar do amarelo ainda vá que não vá. Mas vermelho, cara, o Dragão não tolera mesmo! Disse!


http://2.bp.blogspot.com/_YZ2fzIvob2s/TDrFqcDAdjI/AAAAAAAAHGM/ib1_zpQHSso/s1600/20100712-oJogo.jpg  

           

          

         

OLÉ, OLÉ, ESPAÑA!


          Futebol, raça, humildade.

          Uma Espanha empenhada e brilhante, ONDE A MAIOR VEDETA FOI A EQUIPA, alcançou na África do Sul, pela primeira vez na sua história, o título de campeã do mundo de futebol.

          Parabéns, ESPANHA!

sábado, julho 10, 2010

ANDO A AMESTRAR UM GALO!

          Não vou esperar para ver, é uma decisão definitiva e irreversível. Decidi amestrar um galo e fazer dele o campeão dos vaticinadores de resultados de jogos de futebol de Portugal, quiçá do Mundo!
      
         Mesmo que não seja inédita, quanto mais cedo a decisão for tomada maior será o proveito. Ao ritmo a que os "videntes" mais improváveis estão a convencer as multidões da infalibilidade dos seus palpites, o negócio ainda se tornará mais ruinoso do que o investimento feito no BPP. Há, pois, que aproveitar, que o úbere não tem tetas para todos e, quem chegar tarde, que se amanhe.

         Treinar um galinácio pica-no-chão não será tarefa fácil, contudo, adestrar um polvo, uma girafa ou um periquito capazes de enganar multidões também há-de ter os seus escolhos.

         Para experimentar, vou começar por convencer duas galinhas a servirem de cobaias. A seguir, para saber antecipadamente o vencedor de, por exemplo, um encontro entre o SLB e SCP, pinto uma de encarnado e outra de riscas verde e brancas. É o momento de soltar o galo; se ele saltar para cima da vermelha a aposta é ganha pelos que jogaram na das riscas verdes e brancas. Não falha!

        Alto aí, e se o galo for "gay" (na versão portuguesa vernácula toda a gente sabe que estou a dizer "paneleiro") e soltar um área de opereta com voz de falsete e ficar com o pescoço encolhido?

        Bem, meus caros, então estão todos convidados para um arroz de cabidela que nunca sonharam comer e eu vou arranjar um emprego decente que isto de andar a enganar papalvos não faz bem o meu género.
       Durmam bem e tenham um bom domingo.



      

SALA: O FIEL VICE DE VALE E AZEVEDO.

          À hora de recolher "a penates", reparo que a TVI está a iniciar um programa de que já tinha ouvido falar, mas não tinha acontecido ver. Não sei o nome mas, para quem segue estes programas, basta dizer que me refiro àquele em que uma senhora que fala inglês, de luto vestida,  e a seguir a intérprete de serviço tenta traduzir para a nossa língua,  parecendo estar convencida de que alguém vai acreditar ter ela o dom de fazer vir ao programa os antepassados mortos dum infeliz convidado que se sujeite a tamanho embuste.

          Ontem, por inacreditável que pareça, o tipo que ia fazer de palerma, era o Sala.

          Antes da aparição no cenário do convidado, a apresentadora fez uma panegírica sinopse da carreira do ex-apresentador, dando especial ênfase ao cargo de vice-presidente do Sport Lisboa e Benfica que ele ocupou durante TRÊS anos, como fez questão de informar. Muito convenientemente (o que se estranha, pois o pormenor faz toda a diferença), foi escamoteada a indicação de que o mandato foi exercido ao tempo em que o foragido à justiça por incumprimento de pena de prisão a que está condenado, JOSÉ VALE E AZEVEDO, foi PRESIDENTE do clube da Dona Vitória. E, mais: o Sala, ao optar por não se demitir como fizeram alguns dos seus pares, garantiu o quorum que inviabilizou novas eleições  e segurou no cargo o cadastrado até à conclusão do mandato.

          Ainda vi os primeiros minutos daquele número irreal, atónito e incrédulo, sem ser capaz de compreender como alguém com saúde mental perfeita, se preste a tão básico embuste. Porque Sala estava ali, não no exercício de uma profissão que era obrigado a exercer, mas de livre e consciente vontade. E ele, como profissional destacado que foi no espectro da comunicação portuguesa e pelo muitos seguidores que teve, tinha o DEVER de o ter evitado.

OS FILHOS E OS ENTEADOS DA SIC.

          As TVs. sediadas na capital tudo fazem para valorizar a imagem e promover os dois principais clubes da segunda circular sem olhar a critérios de equidade e justiça mas apenas para melhor se insinuarem na massa simpatizante dos referidos emblemas.

          No presente, o meu consumo do produto televisivo está, com uma ou outra excepção. reduzido  à informação noticiosa e ao desporto. Também não sustento especial fidelidade a nenhum deles, se bem que possa estar, pontualmente, mais num do que noutro.

          A SIC, incluo-o no número dos que menos visito.

          Por isso, hoje, a minha opção pelo noticiário das 13H foi ocasional e aconteceu mais pela curiosidade de notar se alguma coisa havia mudado que pudesse alterar o conceito que faço sobre a parcialidade da informação que de lá sai do que por súbita preferência.

          No tema do desporto, o alinhamento das notícias e respectivo conteúdo foi o seguinte: o estágio do Sporting teve direito a intervenção do enviado do canal com as notícias e imagem do treino dos jogadores e um resumo do jogo contra umas equipa local. a que se seguiram as imagens da apresentação de Valdez, novo reforço leonino, as intervenções do jogador e de Costinha. Não cronometrei o tempo mas, sem exagero, terão decorrido uns quatro minutos.

          A seguir veio o Benfica. Teve, também, direito a enviado especial. Referências ao empolgamento popular de que só o "maior de mundo" é capaz de conseguir no estrangeiro, a encenação dos meninos muito alinhadinhos ( a fazer lembrar as crianças da catequese prontas para integrarem uma procissão, de capinha emprestada) equipados a rigor com a camisola do "glorioso", mesmo que, provavelmente nem pronunciar o nome serão capazes por não saberem falar português. Na peça veio a seguir o descerramento de uma placa por parte do Sr. Vieira, o presidente que lidera a luta no país para a moralização do futebol, (ele, que nunca teve problemas com a justiça) supostamente para inaugurar uma delegação do clube da Dona Vitória, sem que tivesse ficado claro se o acto decorreu numa qualquer associação já existente ou num apartamento de um emigrante. A ocasião foi aproveitada pelo eminente chefe da comitiva vermelha em veraneio na Suíça para botar faladura e garantir ao rebanho que pastoreia, estar garantida por mais um ano a permanência do invendável David e jurar (ceguinho seja eu, se não é verdade...) que um grande clube já vai em duas tentativas sérias para contratar o "divino" Jesus (não, é mesmo o inventor do sistema de mastigar pastilha elástica com a boca aberta). Terão passado então cerca de cinco minutos.

          Finalmente, quase em nota de rodapé, lá veio a notícia sobre a contratação por parte do clubezote do norte do defesa esquerdo Emídio Rafael, com uns segunditos do rapaz a correr. Foi tudo. Trinta segundos, no máximo.

          P... que os p....!

          
         

       

MAIS UM PARA AJUDAR.

      
http://3.bp.blogspot.com/_DiEK4C0Jnhg/TDhlypzWv7I/AAAAAAAAC9Y/p4e86-i8Bm0/s1600/1paginaGrande.gif   Este não vai decepcionar. É bem conhecido do treinador André Vilas Boas pois foi treinado por ele na época transacta na Académica de Coimbra. EMÍDIO RAFAEL teve tempo para mostrar o que vale, que deve ser bastante para o jovem treinador do Futebol Clube do Porto ter viabilizado a sua contratação, por números sensatos e ajustados. Um valor assegurado para o futuro.

         A rapaziada já está em Marienfeld, na Alemanha, para onde seguiu o novo reforço para o lado esquerdo da defesa. Para o ataque, o Dragão, anda afadigado na busca de mais um ou dois craques para juntar ao melhor mercador (não oficial) da Liga na época finda e, provavelmente, neste fim de semana, Kléber, ainda vinculado ao Marítimo vai seguir o mesmo destino. Ansioso por isso anda ele!

         O raio do "velho", como se vê, apesar de tudo, ainda vai tendo tempo para organizar e apetrechar a máquina para infernizar a concorrência.


      "Um está garantido, dois continuam a ser hipótese: Emídio Rafael, lateral-esquerdo da Académica, assinou ontem um contrato válido por três anos com o FC Porto e junta-se já hoje ao plantel portista, que arranca formalmente o estágio em Marienfeld, na Alemanha. Quanto aos outros dois, Kléber e Walter, as coisas ainda não estavam totalmente claras ao início desta madrugada."
(in OJOGO on line, hoje)

quinta-feira, julho 08, 2010

AI, SE PINTO DA COSTA FOSSE VALE E AZEVEDO!

http://1.bp.blogspot.com/_XwaC-wDcnww/TDXk9ULYmFI/AAAAAAAAERg/TYe7Y2YAeCQ/s1600/ng1030004.jpg                    O post donde, com a devida vénia, transcrevo apenas um excerto, é da autoria de Rui Valente e
pode ser lido na íntegra no blogue RENOVAR O PORTO,
http://renovaroporto.blogspot.com/
........................................................................................

"Vale e Azevedo! Sim, o próprio. É um exemplo. O ex-Presidente do Clube dos bons chefes de família, o homem que mais ridicularizou [e continua a ridicularizar] a Justiça portuguesa. Será por isso que  o JN não fala dele? É por ter dirigido o Benfica que está imune às notícias e à Justiça?

Senhor Nuno Miguel Maia: Vale e Azevedo é um vigarista compulsivo, corrupto e falsificador. É mesmo! Não há dúvidas nem apitos, nem filmes, nem carolinas, nem pareceres freitas-amarelados, nem túneis, nem stwards, nem pneus. Só há factos. O homem é um criminoso.  A justiça assim o qualificou. Anda a monte, quiça lá paras as Grã-Bretanhas. De que está o cavalheiro à espera para nos informar do andamento das investigações?"


O EMBLEMA DO FUTEBOL CLUBE DO PORTO.

O emblema

O actual emblema do FC Porto é bem representativo da simbiose entre o clube e a cidade. Sobre a antiga bola de futebol azul estão as armas que D. Maria II atribuiu ao Porto em Janeiro de 1837. Estas são compostas por um escudo esquartejado que possui as armas reais (sete castelos e cinco quinas) no primeiro e quarto quartéis e as antigas armas da cidade do Porto (a Virgem segurando o Menino, ladeados por duas torres) no segundo e terceiro quartéis, tendo no centro, sobre o ponto onde se unem os quatro quartéis, um coração, que representa o precioso legado que D. Pedro IV (pai de D. Maria II) deixou à cidade. A orlar o escudo encontra-se o Colar e Grã-Cruz da Antiga e Muito Nobre Ordem da Torre e Espada de Valor Lealdade e Mérito, do qual pende a respectiva medalha (na qual estão escritas essas mesmas palavras: valor, lealdade e mérito). Sobre o escudo está a Coroa Ducal e o dragão negro do poder, pertencente às antigas armas dos Senhores Reis destes Reinos, em cujo pescoço está uma fita com a palavra Invicta, título que D. Maria II atribuiu ao Porto, acrescentando-o aos que a cidade já possuía - Antiga, Mui Nobre e Sempre Leal.
(do blog Paixão Pelo Porto)

quarta-feira, julho 07, 2010

A MAÇÃ PODRE OU A FÁBULA DA RAPOSA E AS UVAS.

http://1.bp.blogspot.com/_GP5C0yOzGSM/TDLH8_uJUJI/AAAAAAAAJr8/Zfu9tPvmYQ0/s1600/42892.jpg         Compreende-se que Eduardo Betencourt tivesse tido necessidade de vir a público dar explicações aos sócios do clube de Alvalade, sobre a venda ao Futebol Clube do Porto do atleta e capitão da sua equipa, JOÃO MOUTINHO, um jovem vindo de Loulé ainda criança para a Academia sportinguista onde se manteve durante doze anos, até à data.

          Pela sua atitude em campo feita de entrega, apego à luta e dotes técnicos acedeu à categoria de capitão de equipa e gozava de especial carinho e apoio na claque sportinguista que o idolatrava e aplaudia entusiasticamente com cânticos e mensagens inscritas em fachas gigantes levantadas nas bancadas, de apoio ao "enfant gaté" das hostes leoninas.

         Embora nos tempos que correm estas transferências sejam já banais noutras paragens, o dirigente leonino receoso da reacção negativa ao negócio, inevitável e urgente, por parte dos apaniguados leoninos apressou-se a vir a terreiro e, numa atitude de bombeiro alarmado, vá de pegar na mangueira e atirar água para a fogueira na esperança de obter a acalmia do clã.

         A dureza despropositada e descabida, bem como os termos em que o fez, para justificar uma iniciativa cuja responsabilidade lhe cabe por inteiro, e não aos sócios, colocam-no numa posição de vulnerabilidade se o objecto do seu despautério, João Moutinho, vier a ter, como é esperado dada as suas reconhecidas capacidades, o sucesso futebolístico e notoriedade no baluarte do norte que no clube que dirige não almejou alcançar.

         Será, então, a altura de lembrar ao desdenhoso e comprometido gestor do débil património herdado do Visconde de Alvalade, em contrapartida com a metáfora com que intentou desvalorizar o efeito da bombástica transferência para o melhor clube de Portugal e um dos maiores da Europa, apodando o atleta de "maçã podre", que melhor andaria se comentasse, como a raposa perante a vinha carregada de sucolentos cachos de uvas maduras: "estão verdes, não prestam....".

         


         

  
        

domingo, julho 04, 2010

LEÃO CAÇA, DRAGÃO COME!

         Dragão, também gosta de verdura e foi abastecer-se dela onde menos se esperaria, isto porque Alcochete, onde o Sporting Clube de Portugal construiu a sua reserva (Academia) verde fica, na afirmação do ex-ministro das Obras Públicas de Sócrates (o tal que adora portos, vocês sabem do que estou a falar...) Mário Lino, no deserto que é, aliás, um excelente habitat para lagartos.

          E vai daí, o voraz e insaciável infernizador da vida de nababo que durante tantos anos gozaram  os principais clubes do regime da margem direita (pois claro) do Mar da Palha, lançou a sua labareda sobre um promissor adolescente lagarto e só não fez logo ali um churrasco à maneira pelo compromisso que assumiu de o fazer chegar às mãos do chefe Vilas Boas, para ele fazer dele o que melhor souber e puder.

         Mortinho, aliás Moutinho, por isso estava a puto precocemente promovido a capitão que, há tempos a esta parte, não fazia outra coisa senão amuar. O pai leão, já com os nervos em franja por se dar conta que, com a crise que por aí dizem grassar, o filhote ainda ia ficar na "peça" (como se diz da filha morgada que não há meio de desencalhar por não aparecer noivo que a leve ao altar), como já não podia criar mais cabelo branco na sua albina cabeça, lá teve que se curvar às evidências e cedeu.

         É universalmente consensual (não contam para esta esserção as confrarias da comunicação social instaladas na "capital do império") que no Olival e Vila Nova de Gaia se produz bom azeite e famoso vinho o que, mesmo que ainda um tanto ou quanto verde, o louletano João Mortinho Moutinho acabará por desenvolver-se e amadurecer, refinando, a ponto de se transformar num óleo de primeira ou num valioso vintage.

         E fique o "puto" ciente de uma coisa: é que, se no berço paterno, as suas birras bem ensaiadas de cair na área eram sempre desculpadas pela ama-seca com o chupa-chupa do penalti, a partir de agora, a sua "camiseta" é azul e branca, o mesmo será dizer que, ainda que seja atropelado por um tractor, terá que chupar (não, não tem nada a ver com o "que la chupem, do Maradona...) no... caramelo.