terça-feira, agosto 31, 2010

OS "BLUFFS" SULFUROSOS DO PASQUIM DA QUEIMADA.

         Quem não os conhecer que os compre, diz a sapiente voz popular. Mas o aforismo nem sempre é seguido mesmo pelos mais precavidos que, com maior ou menor resistência, deixam cair frequentemente justificados propósitos de não repetir o erro em que se deixaram seduzir e voltam a repeti-los.

        É o que sucede com muitos "consumidores" da imprensa escrita que, ao longo dos anos, fidelizaram a sua preferência a determinado título e, mesmo que este seja useiro e vezeiro em praticar o  proteccionismo interesseiro e descarado e dê cobertura e patrocine com desfaçatez inaudita as maiores falácias, não reagem consequentemente e pactuam com tais despautérios.


        Quem melhor pode ilustrar aquelas asserções é, com larguíssima margem, o jornal desportivo "A Bola", um título fundado por benfiquistas, feito por benfiquistas, destinado a benfiquistas para servir a instituição sport lisboa e benfica (e o regime que vigorou até 24 de Abril de 1974).

        Pela impossibilidade de, mesmo que em resumo, aqui apontar todas as "cachas" que dia sim dia sim fazem a capa do periódico da Travessa da Queimada, repare-se na que abaixo se insere:

       Para trás ficam outros delírios com que alimentaram a multidão amorfa e improvável dos milhões, que é impossível atingir os seis porque, infelizmente em Portugal, para além da iliteracia há uma boa percentagem de analfabetos, como é o exemplo da vinda do craque holandês do Real Madrid Huntlaar* para o clube da dona Vitória, acabando por emigrar para terras de Sua Majestade a Raínha de Inglaterra, o mesmo tendo feito o avisado Hleb que, do Barcelona, optou por não descer de cavalo para burro e mandou de volta para o "ninho da águia", com a cauda caída, o emissário Costa acordado do sonho pela dura realidade da vida.,

Em tempo: * Huntllaar rumou à Alemanha, para o Shalk 04, preferindo Angela Merkel à Raínha Isabel II. Está mais habituado ao euro do que à libra...
        

    

segunda-feira, agosto 30, 2010

LEÃO TAMBÉM COME SEM CAÇAR.

      
Foto Record.

    Hoje, na Figueira da Foz

                 Naval, 1 - sporting clube de Portugal, 3

          Por estranho que possa parecer, a Naval 1º de Maio só entrou no jogo a vinte e cinco minutos do seu termo. Até aí, os "franceses", a esmo distribuídos no seu meio campo, iam vendo os viscondes entretidos com a bola, toma lá da cá, o Maniche a distribuir para trás e para o lado, o Liedson a ensaiar o "tal" lance, o Matias a "filigranar" e o "keeper" gaulês a descansar.

          Foi assim até o sr. Elmano, ou , por ele, o amigo da bandeirinha, sancionar o "off-sid" de 100 centímetros de Liedson, permitindo.lhe a conclusão da jogada que levou ao primeiro. Já na segunda parte, ainda com os canários no casino da Figueira, o "levezinho" logrou concretizar o lance que melhor gosta e sabe fazer: facilitar a vida ao árbitro que não tem que esperar por uma falta dentro da área passível de marcação de penalti, que até pode não acontecer até ao fim do jogo, para oferecer ao Matias a incumbência de avalizar o roubo feito por ele. O terceiro, oh!, o terceiro., o "colored", -vou saber amanhã pelo jornal o seu nome-, deve ter visto, no sábado, o sensacional atraso dum setubalense para o seu guarda-redes (que só não resultou logo porque, na sequência do canto, os benfas marcaram o golo e, deste modo, ninguém ficou com a impressão que o lance era intencional), e "forçou" o tímido Djaló a ter que meter o dedo no...sítio onde os bebés metem a chupeta, e celebrar o terceiro.

          Em termos de justiça, se é que ela existe no futebol, a vitória leonina não é chocante. O que não pode passar sem reparo é a arbitrariedade dos "empurrões" de que beneficiou, de que nem precisaria caso o "estranho" dulce farnient dos locais se prolongasse até final do jogo.

          Para memória futura: leão também come sem caçar porque alguém o faz por ele.

ROBERTO E A CONTRIÇÃO DE JESUS.

      

Roberto Guiménez, slb. 

          Jesus, o Jorge, enganou-se. Ansiava ter um guarda-redes com altura, que desse pontos. O que tinha, quando chegou ao benfica era apenas internacional, era curto. No currículo e no tamanho. Foi à TV para, em directo, o mandar "abaixo de Braga" (um local onde, segundo reza a tradição, os bracarenses usavam para "aliviar"...).

          Olheiros foram enviados a toda a parte e chegaram a Saragoça. Ninguém parece ter ficado incomodado em saber por que é que o Atlético de Madrid tivesse posto ali a rodar um jogador com o perfil idealizado por Jesus para dar pontos ao benfica. Não serviu para os "colchoneros" mas era perfeito no clube da dona Vitória.

          Jesus, também desta vez, acertou. O "Santa Camarão" começou logo a dar pontos...mas aos adversários.

         -Que nada, o rapaz vai lá. Custou 8,5M€, mas só não o vendemos logo para Inglaterra por 12 (milhões, claro), porque, nesta altura, não precisamos de dinheiro mas de pontos.

         Não foi mandado "para o mato", como o outro, foi para o banco. Entregou a baliza ao terceiro guarda redes, sabendo muito bem que este lhe havia de dar razão e teve-a, logo.

         Roberto retoma o lugar donde nunca Jesus o deveria ter tirado. Leal, o modelo de carreira que tantas camisolas já passou na passarelle dos estádios por onde passou, perdoou à vítima e aliviou os remorsos do algoz e "deu-lhe" a bola.

         Afinal, há esperança para Roberto. A concorrência perdoa a Jesus (o Jorge).

domingo, agosto 29, 2010

SERVIÇOS MÍNIMOS DÃO PONTOS MÁXIMOS.

       

liderança

  Em Vila do Conde, hoje:

                      Rio Ave, 0 - FUTEBOL CLUBE DO PORTO, 2

          Terceiro jogo na Liga ZonSagres, terceira vitória consecutiva, nove pontos conquistados, seis golos marcados, nenhum sofrido, reencontro com o primeiro lugar da classificação geral (o nosso lugar natural). Quando chegarmos ao patamar do futebol "à Porto", como será?


          Hulk, o óbvio incrível herói, fez "só" mais dois e soma uma mão cheia deles à terceira jornada. Como será no fim? E Falcao?


          Este é o Jorge Sousa, melhor árbitro português de há duas épocas atrás? É sempre a descer...

          Um portista não é só viciado em ganhar, também gosta e exige que a vitória seja  corolário natural decorrente duma exibição colectiva harmoniosa e convincente. Fico expectante para a ter, breve, jovem Villas Boas.

       

LARANJAS DOCES....


Roberto, o habitual vilão, virou herói na Luz
          ....de Setúbal, com amor!

                      benfica, 3 - Setúbal, 0

           Hugo, leal e magnânimo, oferece a reabilitação a Robertinho, de "castigo" no banco de suplentes, ao transformar uma grande penalidade a favor da sua equipa numa bóia de salvamento do náufrago prestes a submergir no mar do fracasso, restituindo ao benfica a jóia de estimação de jesus (o Jorge), a pechincha espanhola de 8,5M€, para gáudio dos seus muitos admiradores e descanso da concorrência dos campeões dos túneis.

           Servindo-me duma magnífica metáfora do autor do blogue Azul Dragão, o campeonato pôde finalmente começar. À terceira, o clube da dona Vitória, entra no espectáculo e saboreia sofregamente a oferta das doces laranjinhas setubalenses. Bem-vindas, papoilas saltitantes! Aleluia, Robertinho!.

           VASCO António Moreira SANTOS, é engenheiro diplomado, e até nasceu em V. N. Gaia, (como o "diabo barbichas" que gosta de aplicar cachaços nos fiscais de linha...), segundo o currículo mas, ontem, não consentiu que o encontro fosse arbitrado das bancadas, facto muito comum naquela igreja onde habitualmente não faltam acólitos para ajudar o presbítero, sendo ele a dirigir (e muito bem) a partida. Não fora  ter-lhe o "Tacuara" escapado ao vermelho e eu, surpreendido mas convictamente, escreveria VINTE no relatório.

           Temos, pois, de novo na baliza o Roberto do nosso conforto! E, ontem, não tendo mais do que duas ocasiões para mostrar as suas capacidades, numa, saiu da baliza ao seu jeito de olhos fechados e punhos cerrados não ficando muito claro se a sua intenção visava acertar na bola ou noutra coisa que mexesse por ali. Felizmente, os punhos só acertaram no vácuo  poupando qualquer infeliz que por ali andasse a uma fractura craniana; no outro lance, quando um atacante (?) setubalense se lembrou de que, no campo, havia uma baliza com o Robertinho a guardá-la, "amandou" para lá a bola uns bons dez metros ao lado do poste, despoletando um voo espectacular do "enorme" espanhol saído do banco de suplentes, não fosse a jabulani mudar de idéias para o surpreender.

          Finalmente, começou o campeonato.
          
        

sábado, agosto 28, 2010

O "FIBRA ÓSSEA", DEIXOU-NOS!

  Raça portista.

          Apesar de nos últimos tempos aparecer com um look algo bizarro, marcado pelas tatuagens e penteado "esquisitos", RAUL MEIRELES, o Raunaldo,( como o apelidei pelas excelentes prestações que teve no mundial da África do Sul, em contraste com a "caricatura" do CR10, ou CR7?), distinguiu-se, durante os seis anos que levou no nosso glorioso emblema, pela sua fibra, capacidade técnica e pelo prazer de ter colada ao corpo a sagrada camisola do Futebol Clube do Porto.

          Naquele corpo fivela, aparentemente instável de fugir por entre os pingos de chuva, sobrava raça, entrega, pulmão e um enorme, fabuloso coração.

          A Inglaterra é a "pátria do futebol" e uma nação que conhece e aprecia futebol. Liverpool, não é apenas conhecida pelas suas fábricas ou, o que seria suficiente, pelos "eternos" Beatles. Tem um dos clubes mais importantes da "velha Albion", o Liverpool FC, e jogadores da classe de um Gerrard, Joe Cole e Fernando Torres. O tatuado Raul Meireles, vai estar entre os seus pares.

          A fazer fé no que por aí se divulga, o Futebol Clube do Porto, arrecada um justo e substancial valor pelo passe de um activo de 27 anos, e terá feito um bom acordo. Tudo feito com discrição e sem fricções, como convém.

          Gostei de ter o Raul Meireles, no meu clube, onde quero ver sempre os melhores. Só espero que os filhos, a esposa e os amigos continuem a orgulhar-se sempre do Raul como até agora ele mereceu.

          Obrigado, Raul Meireles. Volta, um dia.

sexta-feira, agosto 27, 2010

UM SORTEIO COMO OUTRO QUALQUER.

          LIGA EUROPA

          Nem bom, nem mau. Foram estes, outros podiam sair na roda da sorte, mais a jeito dirão uns podia ser pior contrapõem os mais afoitos.

          Quando os jogos acontecerem, logo se saberá.

          Quaresma regressa ao Dragão e, com ele, vem Guti, ex-galáctico. E turcos detestam perder.
          Do centro da Europa o C.S.K.A, de Sofia. HRISTO STOICHKOV, lendário jogador do Barcelona foi, antes de o ser na selecção búlgara, herói no C.S.K.A., onde iniciou a sua extraordinária carreira de jogador excepcional. É, agora, seleccionador na sua pátria.
          Da cidade da música, vem o Rapid. O Futebol Clube do Porto já foi muito feliz em Viena e o Danúbio Azul é uma esplêndida valsa para o Dragão dançar.

          Vamos a eles!

                                            BESIKTAS (Turquia)
                                            C.S.K.A. Sofia (Bulgária)
                                            RÁPID VIENA (Austria)


         

HULK, À BOMBA!

          No Dragão, ontem, para a Liga Europa:

            FUTEBOL CLUBE DO PORTO, 4 - Gent (Bélgica), 2

        
          Somos Porto, somos dos norte operário com maior taxa de desemprego e o menor rendimento per capita do país, não temos relevância bastante para merecer uma transmissão directa a partir do Estádio do Dragão. Temos o telemóvel, a maravilha sem o qual a vida não não seria a mesma coisa, e os "fones" para introduzir no ouvido o que os olhos dos outros pensam poder ver por nós.

         Jogo para ganhar mas, também, como diz Villas Boas, dar minutos aos que reclamam justificada oportunidade.De cumprimento de votos, que a dor também pode achar lenitivo nas homenagens que se prestam aos entes queridos que vimos partir.

        Hulk, é incrível porque faz do incrível realidade. Foram três, com dedicatória de lágrimas de amor e saudade, de quem ama e sente. O público entendeu e aplaudiu.

        É hora do sorteio. Estamos prontos!

terça-feira, agosto 24, 2010

BRAGA É GRANDE.

          Em Sevilha.

Histórico Sp. Braga entra na Champions
                      

               Sevilha, 3 - SPORTING CLUBE DE BRAGA, 4

         Fantástico êxito do Braga que derrotou sem apelo nem agravo em Espanha, o quarto classificado do campeonato espanhol do ano transacto feito que, até hoje, nenhuma equipa portuguesa havia conseguido obter no mesmo estádio.

         Mateus (1) e Lima, (que entrou já no decorrer da 2ª parte para o seu lugar, 3!!!) fizeram os golos mais do que suficientes para levar os bracarenses à Liga dos Campeões, premiando uma extraordinária exibição do novo "grande" do futebol português!

        Domingos Paciência volta, agora como treinador, a jogar na mais importante prova do futebol europeu depois de o ter feito como jogador ao serviço do seu clube do coração, o Futebol Clube do Porto.


        António Salvador, o dinâmico presidente dos minhotos, pelo modo como tem vindo a gerir o seu clube, é merecedor dos maiores encómios e merece viver este enorme momento histórico da vida do clube que dirige.

       

  
      

segunda-feira, agosto 23, 2010

OTAMENDI: CONFIRMADO.

segunda-feira, 23 agosto de 2010
REUTERS
 Na África do Sul, foi utilizado por Maradona no lugar de defesa direito.

           OTAMENDI, defesa central internacional argentino, de 22 anos, vindo do Veléz Sarsfield, de Buenos Aires, assinou contrato por cinco anos pelo Futebol Clube do Porto.

           Os Dragões passaram a deter 50%  dos direitos do passe para um período de cinco anos, pelo valor de 4M€, garantindo a opção de compra da sua totalidade se esta vier a efectivar-se até Setembro de 2011, obrigando-se ao pagamento de idêntica quantia.

           A saída para o Zénit, de S. Petersburg, na Rússia, de Bruno Alves, abriu uma vaga na defesa portista que vinha a ser preenchida por Maicon, com bastante agrado assinale-se, tendo agora o jovem brasileiro que enfrentar a concorrência séria do internacional vindo do país das pampas..


           

         

Ó DA GUARDA!

       Negociações

Benfica procura colocar Roberto no Málaga

Benfica procura colocar Roberto no Málaga



        Não pode ser, isto é um roubo! Ó, da guarda! Chamem a polícia! Isto é concorrência desleal!
        Então custou 8,5M€ e agora querem colocá-lo no Málaga? O tanas! Isto aqui anda mas é a mão do Mourinho que descobriu esta maravilha de ganhar pontos e quer levá-la para Espanha para favorecer o Real Madrid, deste modo até o Atlético de Madrid seria campeão do mundo! É sempre assim, quem manda é o dinheiro e os pobres que se avenham.

       E o Jesualdo, coitado, tem alguma culpa? Que pecado
cometeu para ter de arcar com tamanha penitência? É ele que deve pagar o resgate?

       Vamos fazer uma manifestação pública, do Marquês ao Terreiro do Paço. O Robertinho é nosso, é obra e graça de Jesus (o Jorge...). Roberto é grande, não tanto como um hamburguer do MacDonald mas com muito melhor aspecto e sabor para os gostos de dragões, bracarense e até para leões, para quem sobra alguma coisa, uma vez por outra.

       Vieira, R. Costa, não vos atrevais! O Robertinho é já a coqueluche deste campeonato e, sem ele, Portugal deixava de ter encanto.

       Antes despachar a águia vitória que, essa, ao menos aprendeu a voar.


       E, depois, nem o próprio Mantorras foi tão querido e idolatrado entre sete milhões (ou serão seis?) adeptos do clube da dona Vitória!

      


  











REVIVER FUTEBOL.

          No Dragão.
O mais lindo do mundo!


                   F C PORTO, 3-Beira-Mar, 0

          Já não recordo a última vez a que assisti, no estádio, a um jogo do Futebol Clube do Porto para o campeonato. Nos últimos anos, as minhas idas ao Dragão ficaram-se pelos jogos de apresentação nos inícios de época e para a Taça de Portugal.

          Ontem, resolvi ver futebol, por isso, desloquei-me onde ele se pratica: no campo.
A festa vai começar.

          Mantenho a convicção de que o jogo ao vivo não é o mesmo que passa na "janela" das TVs; por mais insidiosa que seja, a ilusão virtual das transmissões  nunca é a realidade daquilo que nós próprios vivemos e sentimos.

       Visto por dentro, com a nossa gente!
         

          Dois amantes de futebol envolvidos no comentário de um mesmo jogo, tendo estado um no campo e o outro no sofá, nunca estarão a falar da mesma partida.

          A nossa equipa continua a evoluir, não pisa ainda terreno totalmente enxuto mas está a fazer a drenagem para o conseguir. Ligar melhor os onze canais de modo que se aproveite todo o caudal e o líquido possa fluir um pouco mais rápido, e o moinho fará boa farinha.


          Há muita e boa matéria prima no meio campo e ainda falta o Raulnaldo do mundial. Souza, é ainda melhor do que imagem virtual que dele fazia. Belushi, de tão feliz que parece, até é capaz de jogar bem nas alas, vejam lá!
Sai da frente, estrupício!

         Maicon, pode chegar lá. Pode, mas por que não pergunta ao Sapunaru como não dar abébias? Será que não leva a sério a concorrência argentina que se anuncia?

         É bonito, e eficaz, jogar com asas de cegonha branca, que ontem não se puderam ver. Mas, com Rúben, Moutinho, Belushi, James, Souza, Castro e Raul a abri-las, Ukra, Cristian Rodriguez, Hulk e Varela a jogar todo, municiados  por Álvaro Pereira e Fucile (?), Radomel Falcao será incapaz de perdoar aos adversários, apesar da brandura do seu carácter, um golo como ontem aconteceu frente ao Beira-Mar.

        Já vejo Helton, este ano.E, Beto, com justificadas aspirações. Também há (muito...) Valter, para ver...mais magro.

        Villas Boas, tem o vício do informático. Clica, volta a clicar, abre e fecha páginas e está sempre à espera de ver o rendimento a aumentar.  E o contador de visitas do site, sempre a medrar.

        E, então, o Capela?

        Pois é, se eu fosse árbitro, odiava, odiava, odiava...ver futebol pela televisão.

       
        
Há alguma dúvida?

domingo, agosto 22, 2010

ROBERTO CUMPRE!

          SEGUNDA DERROTA CONSECUTIVA PARA O CAMPEONATO
                               NACIONAL, 2 - benfica, 1
         Jesus, o Jorge, precisava de um guarda redes alto e espadaúdo, que ganhasse pontos. Milagrosamente, andava um perdido ali pelas espanhas, e o clube de Dona Vitória, com a facilidade que lhe é reconhecida, enche a malinha com 8,5M€, e executa o conto do vigário nos impreparados "colchoneros" do proscrito Quique Flores.

         O bom Roberto tudo tem feito para cumprir. Faz pontos que até já chateia, mas quem fica com eles são os adversários, como há pouco se viu (bem) demonstrado nas imagens da TV1, que não nas palavras dos desolados e condescendentes locutores de serviço.

         Agradecido, o infalível Jesus, o Jorge, vai finalmente dar ao produtivo espanhol o descanso a que o muchacho tem direito. Não podendo fazer regressar já o Quim (ou pode até ao dia 31 deste mês?), a quem ele mandou cagar abaixo de Braga, lá vai ele imolar o santo Jó bíblico Moreira, o eterno lacaio do serviço de quartos, entregando-lhe o nutrido aviário até hoje à guarda do Robertinho do nosso contentamento e manter a suplente o seu melhor guarda balizas, o Júlio César.

          Parece despiciendo abordar as incidências dum jogo em que tudo correu tão bem...para quem gosta de gozar com as desgraças alheias. Mesmo assim,

          - registe-se o pudor do árbitro na primeira parte em punir as faltas dos atletas do "seu" clube;
          - um amarelo poupado ao Davidinho-cabeça-de-anjo, como poupado foi nos comentários dos zelosos confrades da TVI, quando, subrepticiamente, toca por trás num adversário que iniciava um contra-ataque;
          - a complacência com a ira do treinador lampião, a protestar sem razão, com ares de mandão, a querer armar confusão;
          - a quarta derrota consecutiva dos campeões dos túneis e seis pontos perdidos para o campeonato.


         E, por aqui me fico, que o momento é de celebração e o champanhe está no ponto!

sexta-feira, agosto 20, 2010

LIGA ZONSAGRES.

  
         Com o jogo Académica-Olhanense (SportTV1), vai iniciar-se, hoje, a 2ª jornada da prova principal do campeonato de futebol, a qual incluiu, ainda, mais os seguintes jogos:

                                            V. Setúbal - Sp. Braga
                                               Nacional - Benfica
                                          Vit. Guimarães - Rio Ave
                                        U. Leiria - Paços de Ferreira
                                             F.C . Porto - Beira-Mar
                                              Portimonense - Naval
                                                Sporting - Marítimo

         Os sadinos que, na primeira jornada, surpreenderam o Marítimo, na Madeira (Choupana), vão ter pela frente um Braga que venceu o Sevilha, na última quarta-feira, na primeira mão da eliminatória de acesso à Champeions.
         Na Choupana, um Nacional vencedor do Rio Ave, em Vila do Conde, vai ter a dupla tarefa de vencer o clube da dona Vitória e o seu árbitro-sócio-conterrâneo Pedro Gel Proença, o que se antevê muito improvável.
         No Dragão vai estar o regressado à 1ª Liga, o Beira-Mar, e Villas Boas não deixará que os seus pupilos se deixem embalar pelo canto mavioso das sereias e motive a equipa para que não abrande o ritmo necessário para alcançar a vitória. E, porque quem vai apitar a partida é um Capela, também este lisboeta e probo q.b. como são todos os que tiveram a dita de nascer na "capital do império" e se dedicam à arte de bem arbitrar em favor do patrão, é bom que não tenha lá dentro alguma velhinha, perdão velinha, a rezar a Jesus (o falso, claro).

         O Sporting volta a jogar fora de casa, isto é, com a maioria que vai ver o jogo a Alvalade a torcer pela vitória do Marítimo. Ambos dançaram na primeira jornada, em Paços de Ferreira os leões (?) e, na Madeira, o Marítimo, e levaram doses quase iguais na última quinta-feira invertendo-se o salão do baile em que participaram, o primeiro com o Brondby (0-2) e os segundos com o Bate Barisov (3-0). Se, ao Sporting, calhar outra vez a mais feia, pode começar a pensar em trocar as camisolas às riscas verdes e brancas horizontais para outras aos quadradinhos de xadrez, porque a "boavistazização" dos viscondes começa a pairar sobre o clube do cesto das maçãs podres, se bem que a única e saborosa fruta que sempre abundou naquele belo pomar fosse, sem dúvida, a dos seus bem falantes dirigentes.

quinta-feira, agosto 19, 2010

AS DUAS FACES DA MESMA MOEDA.

         Genk, 0 - Futebol Clube do Porto, 3

         Foi um jogo onde aconteceram algumas coisas boas: o resultado, que nos permite prosseguir na competição, a excepcional forma de Helton (talvez a melhor desde que chegou ao FCPorto) que o garantiu, o excelente Sapunaru em todo o jogo, (coisa não muito vista), a entrega e poder de luta de Fernando na primeira parte, a confirmação da subida de forma de Falcao, um Souza a dizer que já não tem que esperar muito mais para ser titular, a certeza de que a equipa tem um rumo para o futebol que pretende praticar e uma filosofia de jogo que é um compromisso com o regresso aos êxitos de um passado recente.

          Apesar da sua indispensabilidade futura, ganhamos sem Hulck na equipa.

         Villas Boas já está na história do Futebol Clube do Porto, no verso da boa moeda: levou o clube a vencer na Bélgica pela primeira vez, sendo ao mesmo tempo a primeira vitória que consegue numa prova oficial de nível europeu como técnico principal. No anverso da moeda, também estão gravadas algumas coisas de que não gostei mas acho melhor, nesta fase, manter a boa face virada para cima.

         Até pode acontecer que jamais tenha necessidade de a virar...

HULK, DE LUTO, DISPENSADO.

         Uma contrariedade de peso para o Futebol Clube do Porto que, hoje, vai defrontar, na Bélgica, o Gent, no primeiro jogo da primeira mão da Liga Europa.

         Hulk, o ariete do ataque portista, foi dispensado do lote dos convocados que se encontra na Bélgica, por força do falecimento de um familiar, pelo que voa, neste momento, para o Brasil para se juntar à família neste acontecimento de dor e desgosto do possante e influente atleta azul e branco. A ausência do Porto poderá implicar a impossibilidade de Hulk vir a falhar o jogo da 2ª jornada da Liga ZonSagres, contra o Beira-Mar, a disputar no Dragão.

       
HULK.

ÀS VEZES (OS OPORTUNISTAS) TAMBÉM ACERTAM.

          Há dias que decorrem na Argentina, negociações entre o Futebol Clube do Porto e Vélez Sarsfield, de Buenos Aires, para acertarem os termos da cedência do internacional Otimandi aos Dragões sem que, até agora, algum órgão dos media tivesse ousado informar da conclusão da transferência exceptuando o Record que, numa manobra típica dos oportunistas sem escrúpulos, avança online com a informação que "após cimeira frutífera", o presumível substituto de Bruno Alves teria assinado contrato de cinco épocas com o melhor clube português.

          É de crer que a notícia agora avançada pelo diário desportivo que menos valoriza o rigor e a verdade em Portugal se venha a confirmar, pois não constituem segredo as demarches que têm vindo a ser feitas pelos responsáveis portistas para colmatar a saída para o Zénit do magnífico internacional português pela robusta maquia de 22M€ (!), supesando que tudo indica estarem elas apenas presas por detalhes. Porém, em nenhuma parte do texto publicado pelo jornal na internet se esclarece que o entendimento entre os clubes tenha sido selado e chegado ao fim, pelo que é curial concluir que a notícia foi avançada antes de ser "efectivamente" notícia.

          Assim se trabalha na comprometida e despudorada imprensa sediada na "capital do Império".

Otimandi, com a camisola da selecção da Argentina, que representou no último campeonato do mundo realizado na àfrica do Sul.

quarta-feira, agosto 18, 2010

SALVIO QUEM PUDER.

          A primeira "bomba" foi o gigantone Roberto, o guarda redes contratado para dar pontos e levar...8,5M€. Resolvido que ficou (bem) o problema com o sustento da dona Vitória pelo aumento da produção aviária após o despedimento do pouco produtivo Quim, mandado fazer merda abaixo de braga pelo senhor (bom) Jesus, eis que da "cantera" do hermano Quique, el garboso gitano dos inesquecíveis shows da Luz de há duas épocas atrás bem ao estilo da família da mui charmosa e salerosa Carmen Flores emerge, como cometa fulgente e fugaz, o clone que há-de fazer esquecer o chorado Anjo da Maria, "infiltrado" recentemente no Real de Madrid para divulgação dos "métodos" secretos de Maradona, este novo prodígio que dá pelo nome de

                                SALVIO (quem puder!)
(na fotografia, a gritar pela mãe)
                                

segunda-feira, agosto 16, 2010

Oh!, DIABO, JESUS VAI SER ENTREGUE?

 

Segunda-feira, 16 de Agosto de 2010


A última época de Jesus no SLB ?

Ontem, no estádio da Luz, cheirou-me ser esta a última época de Jorge Jesus no SLB.E não foi pelo resultado...

domingo, agosto 15, 2010

ERA O BICHO, ERA O BICHO!

        Porra, isto já está a passar das marcas...

Dona Vitória violada no próprio ninho.

                 benfica, 1 - ACADÉMICA DE COIMBRA, 2

         No final,  eram dez contra doze. De tão costumeiro, já ninguém estranha.

         Delinquentes de Aveiro "gozam" com o "juiz" machado, de Braga e continuam à solta sem qualquer medida de coação.

         A justiça tarda, mas não falta. No finzinho, à bomba, a Luz ficou às escuras e Jesus sente na boca o amargo sabor do fel.
         Ontem, a aviso estava aqui:

     "A Académica de Jorge Costa, pode ser uma boa surpresa se o antigo capitão do FCP, conseguir incutir nos seus jogadores a determinação e élan que conseguiu em Olhão. E a sua experiência como técnico principal é já muito apreciável.

       No Dragão, Villas, tem razão para sorrir. Os amigos são para as ocasiões. Obrigado!

       Ora essa, não tem de quê.
      
       

NO RESCALDO do FOGO da FIGUEIRA e da MATA REAL.


A falsa partida de um leão demasiado confuso
 
          Passado que foi o momento pós-jogo e o nervosismo que nos afecta um pouco a razão já passou, é tempo de reflectir sobre o início da nossa caminhada na reconquista do título.

          É certo que cada jogo é diferente do outro e não há termo de comparação entre o de ontem na Figueira e o de Aveiro, contra o slb.

          Mas um coisa poderia e deveria ter sido igual ao do jogo da taça: a concentração, a motivação e o empenho. Não tendo sido assim durante a primeira parte, o FCP correu sérios riscos de não poupar aos seus adeptos uma maior desilusão.

          Felizmente que Villas Boas
se apercebeu, a tempo, e mudou. Alterou o que devia ser corrigido e fê-lo bem, ganhando os primeiros pontos e isso é que foi verdadeiramente importante.

          Também é preciso lembrar que os adversários, o de ontem e os que se seguirão, também jogam e querem ganhar. A Naval mostrou trunfos e, a jogar assim, muitas dificuldades vão passar os que lá tiverem que jogar.

           Helton, está como nunca e a defesa começa a ganhar confiança. Sapunaru, ontem, não deu a abébia da praxe mas Pereira quase enfeitava a prenda.
O meio campo andou 45 m. a navegar e Bellushi foi, nesse período o campeão do passe "palerma".Como na semana passada previ, Hulk deve ter liberdade para fazer o que fez ontem e temos que lhe dar tempo para aperfeiçoar o que o motor pode dar. Guarin e Rodriguez melhoram a intensidade atacante e o golo, fosse assim ou assado, tinha que acontecer.

          Mas quem ganhou o jogo, foi Villas Boas. E isso é o que de melhor eu posso extrair do jogo, para além dos três pontinhos darem sempre um jeitinho do caraças.

          Na Mata Real, confirmou-se. Com aquele meio campo, o Sporting é um teleférico só com uma cestinha para transportar a bola da defesa para o ataque. Mas se estão a pensar que foram os leões (?)que perderam o jogo, cometem um grande lapso: o Paços, a confirmar tudo o que mostrou ontem, cuidado! Que belo jogo! Que rica equipa!

          Logo mais estaremos a torcer pelo êxito dos amigos de Villas Boas, no "penico" da 2ª circular. Mesmo que se pudesse esperar uma serenata estudantil dedicada ao "senhor Jesus", sempre haveria um capa negra a estragar a partitura...

PS. Espero, em pulgas, mais logo tomar conhecimento do relatório do "dragão da Meadela" do jogo da Figueira. O puto teve o cuidado, podendo eu estar distraído, de, no fim do jogo, informar o avô da vitória do "Poto" a que assistiu, no campo.

sábado, agosto 14, 2010

PRIMEIRA VITÓRIA DO TREINADOR.

                                                   Hulk, de penalti justo, fez o golo e o PORTO venceu bem.   

        Na Figueira da Foz, hoje.

                      NAVAL, 0 - F. C. PORTO, 1

           Vou esquecer a primeira parte, o deixa correr o tempo que mais tarde a gente resolve, o saco cheio de passes interceptados e mal dirigidos levados para o descanso.

           Para que serve um treinador no banco? Para ler o jogo que vê no campo e tirar ilações. Do desempenho da sua e da equipa adversária.

           Villas Boas, não esteve a dormir na Figueira.
        
           Em dez minutos, disse o que não gostou de ver na primeira parte e corrigiu. Trouxe outro Porto do balneário: mais empenho, assertividade no passe e velocidade.
           E o Porto, foi Porto! Ganhou.

            
            Um TREINADOR, serve para MUDAR.

EM POUCAS LINHAS.

    
         Deixo para os analistas entendidos na matéria a análise e previsões profissionais sobre o campeonato da Liga ZonSagres que, ontem à noite, teve a sua jornada inaugural no Estádio Axa, em Braga e vou atrever-me a tecer breves considerações sobre alguns dos principais clubes que nela vão participar.

          Pelo que já vi (ontem não consegui ver todo o jogo), o Sporting de Braga não parece ter enfraquecido em relação à época transacta, sendo até defensável que este ano está mais forte. Fosse pela necessidade de acelerar o nível de preparação da equipa exigido pela entrada na Champion League ou pela mais valia das aquisições feitas, a equipa de Domingos Paciência tem mostrado estar muito bem.
          Não podendo contar no presente com o benefício do factor surpresa que foi a prestação dos minhotos no último campeonato, os arsenalistas têm que assumir este ano o estatuto de candidato ao título com todas as consequências que isso possa acarretar.

          Bem perto, Manuel Machado, ainda longe das trombetas e dos holofotes, vai preparando tranquilamente o Vitória adivinhando-se ter ambição maior que a sua modéstia não deixa transparecer.
Como os seus antecessores, sabe que antes do mais, tem que conquistar a exigente claque vitoriana e vai fazer tudo para que os seus jogadores não se esqueçam disso. A merecer cuidados.

         Os insulares, Marítimo e Nacional, deverão estar ao nível da época passada o que, a ser assim, é muito bom para eles.

         A Académica de Jorge Costa, pode ser uma boa surpresa se o antigo capitão do FCP, conseguir incutir nos seus jogadores a determinação e élan que conseguiu em Olhão. E a sua experiência como técnico principal é já muito apreciável.

         Os estreantes Beira-Mar e Portimonense estão condicionados à forma como se adaptarem às exigências da 1º Liga. Não é de estranhar, porém, que antes dos efeitos de erosão por que vão passar possam vir a sentir dificuldades salvo se, no plantel houver resposta suficiente.

         A Naval, entregue agora aos imigrantes franceses, é uma incógnita perigosa. Tanto é de esperar que dê para o torto como para estragar a vida a muito boa gente. Espero que, logo mais, o Futebol Clube do Porto, fique agradado com o pitéu.

         O Setúbal, de Manuel Fernandes e o Leiria, estarão dentro do que lhes é visto fazer em anos anteriores.

         O Sporting Clube de Portugal, tem vindo a usar a táctica de quem quer passar despercebido. Mas a mim não engana. Acho que escolheu bem o treinador, respira um ar mais desanuviado que ficará ainda melhor quando resolver o problema russo e, se o trato no asilo for bom para os "velhinhos" que lá arribaram à espera da reforma, a coisa vai ser séria. Não duvidem.

          O Sport Lisboa e Benfica, ou Clube de Dona Vitória, em homenagem às inúmeras Vitórias deste país que se dizem adeptas dos lampiões sem que conheçam, ainda que vagamente, com quantos jogadores se forma um a equipa, é INTEIRINHO, favorito. Tem o segundo melhor treinador do mundo (o primeiro, por enquanto, sabe-se quem é...) e o único na técnica original de consumir pastilha elástica (aprendeu, em Felgueiras, muito antes de Sir Alex começar a mastigá-la). A melhor quadrilha de árbitros desde o tempo do Zé do Telhado. O maior bando de "pássaros" (papagaios) facciosos e parciais que existe à face da terra. E, um bem que jamais alguém conseguirá, em tempo algum: seis milhões de inocentes "bacorinhos" que acreditam que o ansiado anti-cristo, nasceu (finalmente), na Catedral do Túnel.

          Falta o FUTEBOL CLUBE DO PORTO?
          Não, não falta nada.

          Temos,

               LUÍS ANDRÉ DE PINA CABRAL E VILLAS BOAS.! Chega?

Nota pessoal: vou estar muito bem representado na Figueira...

BLOGUERES PORTISTAS TAMBÉM NA LUTA!

   


Também para nós, lutadores da blogosfera do universo azul e branco, principia hoje a luta e nós partimos carregados com o ânimo do nosso fervor clubista e a fé inabalável na vitória final. Da forma que podemos e melhor sabemos fazer, vamos estar ao longo desta época que agora se inicia atrás dos dirigentes, equipa técnica, colaboradores anónimos mas fundamentais e, muito especialmente, com TODOS os atletas que vão ter a honra de envergar a sagrada camisola das riscas azuis e brancas com o símbolo inigualável do Futebol Clube do Porto.


           PRONTOS? Vamos à chamada:

           AZUL DRAGÃO - http://ngolakimbo.blogspot.com/2010/08/ja-ca-canta.html
           BIBÓ PORTO, CARAGO! -  http://bibo-porto-carago.blogspot.com/
           DRAGAOPENTACAMPEAO -  http://dragaopentacampeao.blogspot.com/2010/08/tml          
           DRAGÃO ATÉ À MORTE - http://dragaodoente.blogspot.com/2010/08/servico-publico-portista-entrevista-de.html?utm_source=feed
           FCP PARA SEMPRE -                                                                        http://portistaforever.blogspot.com/2010/08/capas-de-14-de-agoto-de-2010.html
           FC PORTO.WS - Portal dos Dragões -       http://www.fcporto.ws/index2.html
           O DRAGÃOZINHO -
http://odragaozinho.blogspot.com/2010/08/vencer-batalha-naval.html
            PAIXÃO PELO PORTO -
http://paixaopeloporto.blogspot.com/2010/08/compromisso-com-vitoria.html          
           PORTISTA DE BANCADA -
http://portistasdebancada.blogspot.com/2010/08/comeca-mal-sem-respeito.html
            REFLEXÃO PORTISTA -
http://reflexaoportista.blogspot.com/2010/08/em-defesa-de-uma-contratacao-pouco.html?utm_source=fe
            RENOVAR O PORTO -
http://renovaroporto.blogspot.com/2010/08/atualizacoes-mobilidade-urbana.html
            SOU PORTISTA COM MUITO ORGULHO -
http://souportistacomorgulho.blogspot.com/2010/08/blog-em-stand-by.html

            PRESENTE!

            FUTEBOL CLUBE DO PORTO, UNIDOS,  VENCEREMOS!
 

            VAMOS A ELES. QUEREMOS ESSA VITÓRIA!

quinta-feira, agosto 12, 2010

SUBITAMENTE, NESTE VERÃO...


Alipio, brasileiro Real Madrid, interesse pelo Benfica
             Subitamente, neste Verão, o clube de dona Vitória descobriu que na capital espanhola existia um clubezeco de bairro chamado Real Madrid.

             Pelos vistos, anda o mundo alheado dos talentos que as escolas merengues por lá ensinam, com excepção do insígne neoprospector de talentos e presidente do clube do bairro de Benfica que, nisto de farejar bons (craques) negócios não é um qualquer Valdano, ou Mourinho...

             Primeiro foi Rodrigo, um imberbe internacional, por uns miseráveis 9 milhões, com essa bizarra cláusula de poder ser recuperado pelo vendedor pagando o dobro, ao fim de um ano. Agora, um putativo clone do brazuca Ronaldo "fenómeno", Alípio baptizado, chegado a Madrid era ainda bebé de leite, que veio esconder-se, sabe-se lá porquê, à sombra das asas de dona Vitória (não fosse ela extremosa mãe espanhola).

             Ou o Real vai fechar o infantário ou o clube do regime está prestes a transformar-se numa creche.
Bebê (de preto) vai para o Manchester United, depois de ser morador de rua - Foto: Site do Vitória de Guimarães

             Entretanto (coisa surpreendente) um puto, ainda Nené, aluno "Gaiato" a jogar no Estrela da Amadora há duas épocas, veio parar (à boleia...?) ao "berço da nacionalidade" por uns trocados (50 000€) para, sem nunca se ter  mostrado a jogar com a camisola preta e branca do "companhon de la route" das maningâncias administrativas para obter vitórias fora do campo, foi "passado" ao bisonho Sir Alex Ferguson pela bagatela de 9M euros!, depois de nem ter tido tempo de conhecer o castelo de D. Afonso Henriques e muito menos a Penha.

              Querer ser bom caçador na coutada do vizinho e deixar fugir o láparo que lhe sai debaixo dos pés. 
  
              Estes empresários novos-ricos não se fazem entender facilmente, pois não?

quarta-feira, agosto 11, 2010

DUO DE ATAQUE...SEM DEFESA!

  
 
          Ontem, RUI MOREIRA, no programa da RTPN  "Trio de Ataque", deu um "chito"!. À-vontade, com ar saudável e bem disposto, camisa branca de colarinho aberto, solto de inteligência e sã memória, o "nosso" representante naquele programa explorou de forma implacável e incisiva  todo o rico espólio de argumentos que lhe proporcionou o embate de Aveiro,  confundindo e pondo a balbuciar um acabrunhado e desarmado advogado do clube de dona Vitória, visivelmente incomodado e desconfortável perante a incapacidade de contestar a evidência das imagens dos "crimes" perpetrados pelos "skinedes" vestidos de vermelho, a coberto da complacência pornográfica do "oficial" comandante "O-João-pode-ser-o João".

           A ajudar à "festa", um descomprometido e jovial Rui Oliveira e Costa não poupava nas oportunidades para dar umas aguilhoadas nas costas do desmoralizado "bicho" e deliciava-se a cravar as suas farpazinhas no dolorido cachaço da vítima.

           Belo começo, tal como aconteceu com Villas Boas no seu primeiro triunfo inquestionável como treinador do Futebol Clube do Porto, do dr. Rui Moreira demonstrando, neste início dos debates  televisivos da época futebolística, estar pronto para ganhar à imagem da equipa que magnificamente representa na RTPN.

          

          

terça-feira, agosto 10, 2010

QUARENTA MILHÕES? É POUCO.

http://2.bp.blogspot.com/_DiEK4C0Jnhg/TGDkX_IMh6I/AAAAAAAADNQ/JY2iEa-iJj0/s1600/1paginaGrande.gif          Silvestre VARELA, renova o contrato com o Futebol Clube do Porto, com uma cláusula de quarenta milhões de euros. É pouco.

          Pelo que se tem visto desde que chegou ao melhor clube de Portugal e ficou amplamente demonstrado na portentosa exibição que protagonizou no sábado passado em Aveiro na conquista da Supertaça contra o clube de dona Vitória (slb), o Naomi do futebol nacional vale aquela maquia, de olhos fechados, POR CADA PERNA.

         E não pensem que exagero. Se não valessem as melhores pernas de Portugal para praticar futebol uns ridículos oitenta milhões de euros, porque bulas há-de a afamada modelo "segurar" as suas (dela) belas perninhas por saquinhos de diamantes ainda que "sujos", mesmo dando de barato que as da controversa modelo sejam esteticamente bem mais interessantes?

        Há coisas estranhas, não há?

segunda-feira, agosto 09, 2010

PODE SER ESTE.

Nicolás Otamendi.jpg                     
                                           Nicolás Hernán OTAMENDI, nascido em 12.02.88, em Buenos Aires, Argentina. Integrou a selecção de Maradona no mundial da África do Sul tendo actuado em três jogos, mas não na sua posição de central.
Foi, hoje, noticiado na RTP1 ter sido contratado para a vaga deixada por Bruno Alves.
Acredite, quem quiser. 

(Postado, também, em Dragão Até à Morte
http://dragaodoente.blogspot.com/)

ESTE ROBERTO, ATÉ TEM GRAÇA!

          Toda a gente conhece aqueles bonecos insuflados instalados nos locais onde decorrem eventos, desportivos ou de lazer, que por acção do gás que lhe introduzem fazem uns movimentos desconexos e algo aparvalhados.

          Não sei se já repararam nas semelhanças entre aqueles bonecos e o guarda-redes actual do clube da Dona Vitória, o espanhol Roberto: altura de gigantone das festas d'Agonia, movimentação desengonçada e caricata e aquela sensação que transmite de intentar subir no ar permanecendo colado ao solo.

         Confesso a minha ignorância a respeito do percurso da formação do luxo de 8,5M € "descoberto" pelo chefe infalível do prestigiado departamento de futebol do slb, que muito apropriadamente ostenta com orgulho o título de "clube do regime"; mas seria muito estranho que o tivesse feito a partir dos escalões mais jovens onde se descobrem e aperfeiçoam as qualidades inatas dos futuros craques. Sendo escandalosamente evidentes as suas limitações, o mais certo é ter chegado ao futebol quando atingiu a idade de prestar serviço militar.

         Obikwelu, não é para aqui chamado, O.K?

        O rapaz é realmente alto, ao gosto do seu feliz descobridor, mas a agilidade necessária para iniciar o movimento de elevação e dos braços é feito ao retardador, e, como caricatura dos gestos que faz, vejo um pesado tronco de uma árvore a voar pela acção das leis da física; debaixo dos postes, fica sempre indeciso entre sair ao encontro do cruzamento ou esperar que algum colega ou adversário cheguem lá primeiro com a cabeça; quando acerta na jabulani não se preocupa que vá para cima ou para baixo, para a frente ou para trás, se para a posse de um colega de equipa ou para uma assistência a um avançado contrário; se vem rasteira, gasta tanto tempo para chegar ao chão que, quando lá chega, já nem se lembra para que raio se lançou; quando tem que a repor em jogo, aplica-lhe a biqueira e despacha-a para que vá tratar da sua vida, que ele não é pai dela.

        Treme, coloca em pânico a sua defesa, anseia que Jesus lhe perdoe e já nem merece o benefício da dúvida dos desencantados adeptos.

        Quim, internacional, com  largos anos de prestativo serviço, foi mandado "abaixo de Braga" . Era baixote, não cumpria as medidas. Moreira, é servo paciente como Jacob, disposto a servir ainda mais do que 7X7 anos até ter a idade de ir para a um asilo de velhos e, Júlio César, quiçá o menos mau dos três é, isso sim, terceira opção. Mas vai ser o sapo que o "infalível" Jesus vai ter que engolir.


E breve, infelizmente...

       



        


     

COM PENAS E TUDO...

                     A conquista obtida no último sábado em Aveiro da Taça Cândido de Oliveira, contra toda a prosápia e euforia dos milhões de socráticos seguidores do clube da Dona Vitória, foi o 66º troféu conseguido pelo Futebol Clube do Porto ao longo da sua invejável história, fazendo jus à frase "A vencer desde 1893".

          Em termos estatísticos, significa que nos separa dos desencantados lampiões, um único triunfo para os alcançar. Até final da presente época estaremos, com eles, a competir em mais três provas: campeonato da 1ª Liga e Taças de Portugal e da Liga. Vencendo todas as competições e eles nenhuma como se espera e deseja, conseguiremos ultrapassá-los.

          O jogo de Aveiro foi o 215º clássico até agora disputado entre o melhor clube do mundo (FCP) e o maior de Portugal (Dona Vitória). Nestes, já estão papados: 82º triunfos para o Dragão, 81º para a espanhola Dona Vitória. Estamos empatados nos empates (53), como diria Msr. La Palisse.

         Daqueles triunfos, 51 (cinquenta e um, senhores!) foram levantados pelo presidente que mais títulos ostenta no MUNDO, Jorge Nuno de Lima Pinto da Costa, sendo que os basofistas do clube do regime "ganharam" 47 até à chegada de Pinto da Costa ao FCP e, apenas, 20 após a seu entrosamento à frente do clube da Inbicta cidade do Porto.

         Artur Jorge, com nove e Jesualdo Ferreira, com 6, lideram a lista dos êxitos até agora alcançados.

         Pelo que, em resumo, acima se evidencia estão aqui estão no papo!

         Com penas e tudo, carago!

domingo, agosto 08, 2010

COMENTAR UM COMENTADOR.

     http://lh5.ggpht.com/_Pbo3dNSrrZ4/SVqNIAjm80I/AAAAAAAAA1g/sFw1cEYiArk/pedro.henriques.002.jpg 
           Pedro Henriques (PH), tendo requerido voluntariamente a sua desfiliação como árbitro de futebol, função que exercia em paridade com a de oficial de carreira do exército, é agora comentador de arbitragem na estação de televisão TVI.

          O árbitro lisboeta não suportou a humilhação de ter sido despromovido, na época transacta, ao escalão inferior e optou por abandonar o apito.

          No ano em que se iniciou como árbitro da 1ª Liga o juiz-militar chamou a atenção da crítica o seu estilo de "deixar jogar", isto é, conceder alguma permissividade no julgamento de faltas menores de modo a não prejudicar o ritmo e fluidez do jogo. Nem sempre o critério vestia o mesmo figurino, contudo, o mal era menor que o proveito.


          Passado que foi o estado de graça, os erros graves próprios e da sua equipa, começaram a ter uma frequência com contornos de escândalos. Um jogo na Amadora, para a Taça de Portugal, o Benfica já com o tempo de jogo esgotado, estava eliminado por estar a perder por 1-0. Nos descontos, um centro para a cabeça da área do Estrela, foi rechaçado pela cabeça de Maurício, com Henriques de frente, a escassos metros, a controlar o lance. Alguns segundos depois, o árbitro assistente, descortinou que, afinal, o defesa da casa cortara o lance com a mão, dentro da área e, Pedro Henrique, voltou atrás no que viu e sancionou o que o seu auxiliar nunca poderia ter visto porque a falta nunca existiu. Penalti assinalado, golo obtido e, no prolongamento do prolongamento, com a obtenção do segundo golo o Benfica escapou ao escândalo da eliminação.



         Mas o que verdadeiramente havia de desgraçar a carreira de PH, foi a asneira de querer passar por honesto e ousar afrontar, na sacrossanta Catredal da Luz, o intocável Sport Lisboa e Benfica, ao invalidar a escassos minutos do fim um golo, precedido de irregularidade, que daria a vitória aos donos da casa por 1-0, sobre o Nacional da Madeira. O que tu foste fazer, imprudente e desastrado, mas bem intencionado juiz!

        Desde esse dia aziago o seu futuro na arbitragem era finito.

        Fez a sua estreia frente às câmaras no sábado passado e coube-lhe, então, comentar a actuação do seu superior hierárquico da carreira militar, quiçá amigo, João Ferreira, que actuara no Benfica-Porto para a Taça Cândido de Oliveira e que tão mal correra ao clube de Dona Vitória por ter perdido, sem apelo nem agravo, pelo concludente resultado de 0-2.

        Fosse por se ver, pela primeira vez, na situação de criticar o desempenho de um (duplamente) oficial do mesmo ofício, fosse por solidariedade corporativa para com o (cada vez mais) mal sucedido assoprador de jogo de Aveiro , o seu comentário foi um desastre completo: impreciso quanto às faltas relevantes mal assinaladas, branqueamento de agressões perpetradas por jogadores do Benfica, concordância com decisões tidas pela crítica como erradas e avaliação positiva da prestação do árbitro setubalense, entre outras banalidades.

       Não vá por aí, meu major, não vá! É terreno minado.

sábado, agosto 07, 2010

ESTE É O MEU PORTO, CARAGO!

             É, ASSIM, QUE EU GOSTO DE OS VER...

      Churrasco ou arroz de cabidela?   
    
Em Aveiro, hoje:
 TAÇA CÂNDIDO DE OLIVEIRA.
FUTEBOL CLUBE DO PORTO, 2 - SPORT LISBOA E BENFICA, 0
    (Treinador: André Villas Boas,
      o informático)                          (Treinador: Jorge Jesus, o    inventor da táctica do losango
                                                            em pressão alta)
GOLOS: 1-0, 3 m, Rolando
              2.0, 68 m, Falcao
17ª Vitória do FCP (9 ganhas contra Benfica)
Com esta vitória, o Futebol Clube do Porto, ultrapassa pela
1ª vez na história do futebol português, o slBenfica em vitórias
em jogos oficiais. 
PINTO DA COSTA: 50º TÍTULO COMO PRESIDENTE!

Comentário breve: a primeira aula do mestre André ( Villas Boas ).







EFEITO COLATERAIS DA VITÓRIA NA TAÇA.

Villas Boas
         Não penso que o jogo de logo à noite, que o nosso Futebol Clube do Porto terá de vencer para somar o 17º troféu Cândido de Oliveira à sua lista de vitórias desta taça, seja de vida ou de morte. É, como todas em que o meu clube participa, uma obrigação ganhar esta partida porque, independentemente do valor do adversário e do prémio a conquistar, a nossa sina é jogar sempre para vencer.

        Se não estivéssemos já precavidos contra os preliminares jogos florais da imprensa comprometida e parcial, aos comentários mui sapientes dos seus encartados profissionais que jogam por fora nas crónicas insidiosas que subscrevem e às declarações optimistas e prenhes de segundo sentido dos seus técnicos, estaríamos neste momento a prever um verdadeiro massacre para o jovem Luís André de Pina Cabral e Villas Boas, o debutante timoneiro do clube do Dragão e para a sua renovada equipa.

        A ser verdadeira, como se pretende fazer crer, a superioridade actual do conjunto de Dona Vitória, não seria factor impossível de superar pela vontade e força do Dragão e pela competência de jogo da equipa e classe dos seus jogadores. Só ficaria surpreendido quem não conhecesse o Futebol Clube do Porto.

       Jesus, o verdadeiro anti-Cristo da igreja dos seis milhões de crentes, aposta tudo na vitória deste jogo. Os 3-1 no Dragão, jogando com catorze contra dez, são um ferida aberta a sangrar no seu ego ferido a reclamar retaliação. Precisa que a sua equipa tenha um arranque vitorioso para alimentar a aura que sustenta o andor onde a move e esconder algumas fraquezas que não convém serem relevadas, como a permeabilidade do fenómeno ignorado numa Espanha distraída, adquirido pela bagatela de 8,5 milhões de euros, os "furos" da sua defesa, o uso e abuso do jogo centralizado, a falta de largura do seu ataque por inexistência de extremos. E a obsessão do seu iluminado mentor pela "pressão alta", sejam quais forem as circunstâncias do jogo que disputar.

     O factor surpresa pode beneficiar o nosso Clube. O adversário não sabe muito bem o que o espera e isso enerva-o. 

     Wait to see, I said.

 

sexta-feira, agosto 06, 2010

JOGAR EM ATAQUE RÁPIDO, COMPRANDO UM DEFESA.

          Se a saída de Bruno Alves era, há muito tempo, consensual e previsível, sendo objecto de referências quase diárias na comunicação social que a considerava irreversível e era avalizada e (quase) forçada pelas declarações públicas insistentes do pai do atleta sr. Washington, o Futebol Clube do Porto, já teria decidida há muito tempo a sua venda.

          Sendo certa a baixa num sector onde não abundam as soluções  internas ao nível do nosso ex-capitão, tudo aponta para que os responsáveis do nosso clube estivessem a ponderar colmatar a vaga com um jogador capaz de responder às nossas exigências de vitórias,  logo que a decisão de descartar o Bruno estivesse decidida e, a partir daí, de uma forma discreta mas eficiente, tivessem partido para a prospecção do mercado e, uma vez encontrada a solução certa, concluir as negociações com a ressalva da assinatura formal do contrato ficar dependente da finalização das conversações da do agora jogador do Zénit, de S. Petersburgo, da Rússia.

           A acontecer como se sugere, hoje, o Futebol Clube do Porto, estaria em condições de apresentar no Dragão, antes do jogo inaugural da época, um reforço esperado e desejado, passando sem dúvida aos seus adeptos uma moralizadora imagem de eficácia e planeamento do departamento de futebol que foi, noutros tempos, a imagem de marca do nosso clube e do presidente Pinto da Costa, que urge recuperar.

         

       

VAMOS Á BÉLGICA!

http://2.bp.blogspot.com/_wWoHTIBtw1I/TFv4TrlibGI/AAAAAAAAAhM/gEq5pd-mUwg/s1600/Genk.png  

É já no dia 19 próximo que vamos à Bélgica, disputar a 1ª mão do "play-off" da Liga Europa. A 2ª mão decorrerá no Dragão, no dia 26, deste mês.

         Não há bons nem maus sorteios. Um clube como o Futebol Clube do Porto só pode pensar em vencer, seja qual for o adversário e o local onde actuar.


         Também não há adversários derrotados antecipadamente e jogos fáceis, ao que parece, só mesmo na "play-station".

ESTAMOS PRONTOS!

    clique para aumentar   
Para amanhã, em Aveiro, André Villas Boas, conta com estes "guerreiros" para o primeira batalha da época de 2010/2011:

Lista de convocados:

Guarda-redes: Helton e Beto
Defesas: Maicon, Álvaro Pereira, Rolando, Sereno, Sapunaru e Miguel Lopes.
Médios: Raul Meireles, Belluschi, João Moutinho, Fernando e Souza, Cristian Rodríguez e Ukra
Avançados: Falcão, Hulk e Varela.

A minha previsão para a equipa inicial: Helton; Miguel Lopes, Rolando, Sereno e Álvaro Pereira; Fernando, Moutinho e Raul Meireles; Hulk, Falcao e Rodriguez.

/Newsgen/Edição/RECORD

ESTAR PRONTO.

   http://img375.imageshack.us/img375/5869/jnpcesupertaa.jpg    
        Os adeptos portistas ouviram as palavras que esperavam: "estamos prontos", disse quem melhor o poderia e deveria fazer, André Villas Boas, o nosso jovem timoneiro.

         Durante este (ainda) curto período de tempo, a nova equipa técnica teve oportunidade de escolher os jogadores, de testá-los nos treinos e nos jogos, ensaiar modelos tácticos que melhor poderão ser aplicados aos jogadores do plantel, colher informações sobre o que os seus adversários vão fazendo, as próprias reacções da massa associativa e dos adeptos em geral.

        Muito mau seria se alguma coisa tivesse sido deixada para trás.

        Agora, chega a vez do adepto desempenhar o seu papel: fazer chegar "lá dentro" a sua confiança, a sua crença, a sua enorme vontade de vencer. Demonstrar, mais e melhor do que quaisquer outros, de que não há em lado algum, quem ame tanto o seu clube como um adepto do Futebol Clube do Porto, o MELHOR CLUBE DO MUNDO!

         Nós, AGORA COM SEMPRE, (também), estamos prontos!



      

quinta-feira, agosto 05, 2010

A PROSTITUTA.

(Se já for velha, não faz mal lembrar...)


dr-house-caricatura-final

  
         A filha volta para casa muitos anos depois de ter ido embora.
O seu pai, furioso, quando a vê descarrega:

- Onde estiveste durante este tempo todo, sua desgraçada? Porque nem sequer escreveste uma carta ou um telefonema a dizer como estavas? Vagabunda! Não sabes como a tua mãe tem sofrido por tua causa!
A rapariga, a chorar:

- Snif. Snif. Tornei-me prostituta... buaaaaaaa.

- O quê? Fora daqui, sua desavergonhada, má filha, pecadora!

- Está bem, papá, como queira. Eu somente voltei para dar este casaco de pele de crocodilo e as escrituras da minha mansão para a mãe; uma conta poupança de 5 milhões para o meu irmãozinho e para ti, paizinho, este Rolex, o BMW que está na porta e 3 meses por ano de férias vitalícias no Club Med...

- Filhinha, anda cá, disseste que te tinhas tornado o quê, mesmo?

- Prostituta. Snif, snif.


- Ahhh, ..da-se... que susto! Eu tinha percebido, BEN-FI-QUIS-TA!

quarta-feira, agosto 04, 2010

EXAME SEM PROVA ORAL.

 
(Foto de Bibó Porto, Carago!
*http://bibo-porto-carago.blogspot.com/*)
          Com excepção da primeira parte do jogo disputado no Dragão contra a Sampdória, não vi em toda esta pré-época a equipa do Futebol Clube do Porto jogar. Também não tive oportunidade de assistir presencialmente à exibição do conjunto azul-e-branco e as impressões que adquiri da sua evolução resultam do visionamento do que considero de "futebol virtual", isto é, pelas transmissões televisivas dos jogos.

          Por isso, é para mim uma verdadeira incógnita de qual será a equipa padrão que iniciará a época já no próximo sábado e o seu nível e preparação em relação aos seus principais oponentes.

          Tudo indica que o plantel não esteja ainda fechado sendo inevitável, e urgente, preencher a vaga deixada na defesa pela saída de Bruno Alves. Maicon e Sereno, não ganharam, até agora, a confiança dos adeptos para serem os substitutos desejados para o lugar ao lado de Rolando. À direita Fucile e no lado oposto Álvaro Pereira, não causam preocupação. No miolo as alternativas não escasseiam. Veremos se os estreantes Moutinho e Souza, ou ambos, e talvez Castro, têm entrada directa. Villas Boas surpreendeu, em Paris, e deu visibilidade a Guarin. Com que objectivo? Ele saberá.

          Com Varela, Cristian Rodríguez, Falcao e Hulk, certos, Valter e James Rodríguez , e até, Ukra poderão "ter minutos" e cumprir, por agora. Mariano, não entra para já neste lote; não será surpresa, porém, se ao Dragão estiver para chegar um terceiro ponta de lança. São muitos os jogos e há que poupar o material essencial.

          Na baliza, Helton fica bem e Beto, dá garantias se fizer falta. Kieszek, é para já, terceiro.

          Villas Boas, vai ter baptismo de fogo. Qual resultado, qual sentença: sorri, e os abutres vão continuar em círculo a pairar à espera dos despojos futuros. Se sai de cabeça baixa vai ter vida difícil e não faltará quem venha trazer à liça que os seus melhores dotes serviam melhor na informática e na estatística.

           A concorrência está animada e, pelos resultados obtidos e intensidade de participações, ninguém admite outra desfecho que não seja o esmagamento do Dragão e poderá ser uma vantagem para nós. Só que há fragilidades que são iniludíveis aos olhos dos observadores atentos e conhecedores, que não deixarão de ser exploradas. O seu futebol passa muito mais pelo meio do que pelos extremos e, na defesa, nem tudo é tão sólido que não possa ser furado. Também, ao que parece, não se morre de amores por "robertos", sem graça, vindos de Espanha...

            É evidente a vantagem que levam na rodagem da equipa, resultante da utilização mais frequente dos mesmo jogadores, nos encontros que realizaram.

            E, porque o futebol está longe de ser uma ciência exacta, há muitos factores alienatórios que podem influenciar um resultado de um jogo de futebol e, por outro lado,   nem sempre o favorito tem assim tantos e intransponíveis  argumentos como, para intimidar, lhe querem atribuir.

            Queremos e vamos continuar a ser intragáveis! Somos Porto, somos Dragões!