quarta-feira, novembro 03, 2010

FABULAÇÃO DESMEDIDA.

http://3.bp.blogspot.com/_YZ2fzIvob2s/TNEcVjdhPAI/AAAAAAAAHxk/bSsyhtkLb7w/s1600/20101103-oJogo.jpg
          

           Não sou capaz de dizer que sou imaculadamente  isento nas análises que faço quando se trata do slb. Mas, ou eu sou intrinsecamente incapaz de separar o trigo do joio ou, então, ontem à noite vi um filme muito diferente do que outros falam hoje.

           Tendo chegado à transmissão a partir do primeiro golo, dei conta de que o benfica jogava sozinho contra onze estátuas, consentindo três golos que nem nos distritais se vêem, hoje em dia. Uma defesa sem saber o que fazer, um guarda-redes medíocre, um treinador que parece petrificado e só faz alterações quando já está a perder por 4-0. Pergunto a mim próprio, que nada percebo de futebol, com é que este Lyon, que me havia impressionado individual e colectivamente há quinze dias atrás, evidenciasse tão gritante falta de classe!

           Carlos Martins, está longe de ser um "grande" jogador, mas atravessa o melhor momento destes últimos tempos. Ontem, andou a vaguear num meio campo com as camisolas negras longe dele 10 metros. Os seus pontapés para a área adversária encontravam sempre colegas seus livres de oposição e, em dois lances de bola parada, Cardec e Garcia (este mal acertando na bola) lograram dois golos. Coentrão está de facto em excelente momento de forma mas, no primeiro golo dos dois que obteve, o seu bom remate foi feito sem oposição e beneficiou da má colocação e lentidão do "goleiro" e, no segundo, não obstante a boa execução técnica do chapéu, lucrou com a meia saída guarda-redes ausente prematuramente do seu lugar. E se o David cabeça d'anjo pode ser considerado um dos melhores, foi o  Roberto, esse sim, que teve direito ao maior momento de glória da noite ao executar a espectacular tentativa de imitar o voo da águia vitória

            Creio que já se deram conta que pretendo dizer na minha que se deitaram e vão continuar a subir ao ar, demasiadas girândolas de foguetes para tão modesta romaria, o que não é inédito nem surpreendente. O que verdadeiramente me deixa cismático é a inoportuna diarreia do mágico Aimar, mesmo em cima da hora do início da partida, Terá havido acidental troca de comprimidos? Já não seria a primeira vez...

1 comentário:

  1. O JN, como pode ver aqui, http://jn.sapo.pt/edicaoimpressa/norte.aspx, tem uma capa "notável": "Goleada mínima".

    Eu gosto deles assim, eufóricos, diabólicos, infernais...

    Um abraço

    ResponderEliminar