terça-feira, março 20, 2012

VONTADE E RAÇA NÃO CHEGARAM.

         
Benfica derrota FC Porto e está na final (3-2)


  Taça da Liga

           Estádio da Luz

                                 SLB,  3 - FUTEBOL CLUBE DO PORTO, 2
                                                (Mangala e Lucho)

          Ainda não será este ano que o Futebol Clube do Porto irá vencer a Taça da Liga, uma vez que foi eliminado nesta meia final ao perder por 3-2 (2-2 ao intervalo), no Estádio onde há pouco tempo atrás ali fora vencer brilhantemente para o campeonato pelo mesmo resultado.

          Esta noite os Dragões fizeram também, como então, uma exibição à altura das circunstâncias, com muita entrega e clara vontade de obter sucesso e prosseguir na prova, tendo até estado por cima no resultado depois de ter sofrido, logo aos 3', o primeiro golo do encontro.

          O Futebol Clube do Porto nunca foi inferior ao seu antagonista na maior parte do tempo de jogo, apenas não terá sido tão feliz nas substituições como as que aconteceram na equipa adversária, tendo consentido o terceiro golo aos 77' de jogo numa jogada de contra-ataque no único remate do jogador que entrara alguns minutos antes.

           Ao contrário do que se havia visto na primeira parte, no período complementar houve pouco Hulk, o que resultou num menor poder de fogo do ataque portista.

           Algumas surpreendentes alterações tácticas e redistribuição de lugares (como a colocação de Álvaro Pereira na frente esquerda do ataque, Lucho atrás de Kléber e Alex Sandro a lateral esquerdo revelaram-se ajustadas pecando, apenas, por alguma falta de rotina e o menor rendimento que Álvaro Pereira tem vindo a evidenciar ao longo desta época.

            Moutinho foi, de novo, a grande figura da equipa, mas Mangala, Lucho (enquanto durou)  Hulk (na primeira parte) e Sapunaru andaram acima dos companheiros. Em esforço, vontade e profissionalismo estiveram todos ao mesmo nível.

           Não falo de Artur Soares Dias e do seu critério de julgamento das faltas cometidas pelos jogadores de ambas as equipas porque não quero fazer passar a ideia de que o Futebol Clube do Porto perdeu por causa da arbitragem.

6 comentários:

  1. Perdeu-se a meia-final da taçazeca da Liga, mas esse é um trofeu feito para os sulistas ganharem. Basta ver como nunca jogam fora de casa quando é a eliminar. Mas desta vez o FC Porto fez um bom jogo e só perdeu graças a uma desonesta arbitragem. A anulação do que seria o 3-3 e com a ligeireza que foi demonstra bem tudo isso... Mas Deus há-de dar-lhes a resposta, pois costuma escrever direito por linhas tortas... Apesar da desonestidade dos comentadores da comunicação social e da cegueira dos adeptos que são como os touros: só vêm vermelho à frente...

    ResponderEliminar
  2. julgava que nao se falava dos arbitos è muito triste nao se saber perder

    ResponderEliminar
  3. anónimo das 04:35:

    Pelo que posso depreender do seu comentário nunca se queixou de arbitragens. Como parece também saber perder, palpita-me que não pertence, seguramente, à família dos tais seis milhões que sabem e é admirador do treinador que, hoje, foi chamado a esclarecer as afirmações produzidas sobre a arbitragem do jogo que perdeu contra o adversário de ontem, para a Liga.


    Remígio Costa.

    ResponderEliminar
  4. Amigo :

    Estivemos perto...muito perto de o conseguir !


    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. pois è mas faltou o pouco acomtèçe

      Eliminar