terça-feira, outubro 05, 2010

XISTRADOS E MAL PAGOS.

       
   Guimarães, 1 - FUTEBOL CLUBE DO PORTO, 1

           Erros meus, má fortuna,...

           Com esta postura...NÃO!

8 comentários:

  1. É óbvio que o árbitro errou; é verdade que a transmissão da TVI é uma vergonha - não haver repetição do lance da mão Alex, é o melhor exemplo; mas só nos podemos queixar de nós próprios, na perda dos primeiros pontos.

    Quem viu o jogo certamente se terá lembrado do jogo frente ao CSKA, tal as semelhanças com o jogo da capital búlgara. Mas se no jogo de Sófia conquistamos a vitória, também é verdade, que o nosso amolecimento, exactamente como hoje, podia ter-nos custado caro. Não custou, mas não aprendemos a lição e hoje voltamos a fazer exactamente a mesma coisa, voltamos a cometer os mesmos erros, desta vez, lamentavelmente, pagamos caro.
    Depois de uma boa primeira-parte, em que fomos nitidamente superiores - apenas perdemos equilibrio como equipa, no lance que Toscano falhou clamorosamente... - dominamos - mais de 60% de posse de bola -, marcamos e em que apenas pecamos nos faltou contundência no último terço do campo, para matar o jogo - um golo é pouco para tanto domínio -, jà na segunda, deixamos rolar, acreditamos que estava ganho e só viriamos a reagir quando sofremos o empate. Não pode ser! Não podemos, com uma vantagem,
    apenas tangencial, pensar que temos o jogo ganho. Espero que, definitivamente, a lição tenha sido aprendida e que estes adormecimentos, no futuro, não se voltem a repetir.


    Conclusão: não me perturba nada que ao fim de 11 jogos consecutivos a ganhar, tivessemos empatado. Temos uma óptima vantagem e às vezes, um passo atrás, permite dar dois à frente. Não andamos em busca de recordes, mas em busca de recuperar o título e portanto, nada de desanimos, mas atenção, as coisa não vão ser fáceis, a gritaria é constante e para isso é preciso um Porto a correr, a lutar, a pressionar os 90 minutos e não um Porto apenas a querer fazer os serviços mínimos. Tiremos a devidas ilações deste jogo e toca a partir para uma nova série de vitórias consecutivas.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  2. Meu caro,
    Este jogo incomodou-me. Começamos bem, pressionantes e a dominar. Preenchendo bem os espaços e só no lance de Toscano o vg poderia marcar. Marcou (mais uma vez Hulk) e ficamos em vantagem. Pequena mas merecida.
    Já conheciamos o ruído que criaram e já conheciamos xistra. Não entendo bem o lance reclamado por AVB porque não o consigo ver, mas vi nitidamente como xistra ia deixando o vg jogar e carregar (Edgar, mesmo sendo avançado fez uma enormidade de faltas sem que nada se passasse) e foram carregando em Moutinho, em Falcão, etc. Os tão falados e célebres foras de jogo lá estavam assinalados (mal) a Varela e Falcão.
    Mas o erro maior foi nosso. Foi erro jogar com Fucile (a coragem de AVB manter Rolando/Maicon e retirar Sapunaru); foi erro não matar o jogo; foi errado tirar o pé do acelerador; e foi errado a equipa não tentar resolver o assunto em equpipa em vez de cada um tentar resolver por si.
    Se me permite, e sem considerar que tal tenha sido um erro, foi uma pena que AVB em vez de trocar Moutinho e Belluschi não trocaase de sistema e colocasse o nosso meio campo a jogar c/ 4 jogadores, aumentando as n/ unidades no meio, dominando para criar desiquilibrios.
    Acho que este empate, sabendo da n/ grande vantagem no campeonato só pode ser benéfico para que de uma vez por todas encaremos os jogos de princípio a fim com a mesma motivação e o mesmo querer de ganhar. Que o PORTO depois de entrar em campo e tornar a equipa do vitória numa equipa vulgar que mais parecia estar a jogar no DRAGÃO, não volte a complicar o simples e que não hesite na intenção.
    VIVA O PORTO

    ResponderEliminar
  3. Esperava-se um jogo difícil e assim foi.
    Os primeiros pontos perdidos, mas há que levantar a cabeça e seguir em frente, melhorar e vencer.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. dragão vila pouca, pois e gaspar lança:
    Subscrevo, sem reservas, os v/ comentários. Os records são fair divers para entreter; o que realmente conta são os pontos e se, no fim, somarmos mais um do que o segundo classificado o objectivo cumpriu-se.

    Muito para além do resultado, incomodou-me a postura da equipa, atitude sonolenta e o ritmo de jogo, favorável aos interesses do adversário, e o fraco rendimento de algumas pedras que já nos mostraram mais. AVB terá as suas razões, mas, para quem só pode comentar o que vê, a mexida na equipa demorou demasiado tempo.

    Quanto à TVI, repare-se: no lance entre Fucile e Edgar, foram captadas pelas câmaras várias posições e o agarrão do defesa do Porto só pode ser detectado pelas imagens e, muito dificilmente, pelos árbitros no momento da jogada; o lance do penalti reclamado por AVB, na área do Vitória só aparece, ao fim de mais de meia hora de busca e da indicação dada pelo dirigente do Porto e sem nunca ser mostrado em pormenor; quer dizer: para os lances em que intervêm os nossos jogadores há câmaras onde até se vêm os pelos das pernas deles; para os lances que poderiam ser decididos a nosso favor, já as câmaras não as registam.
    Mais uma vez, os desqualificados comentadores do jogo de serviço na TVI, invocaram o benfica para comparar o nosso jogo com o do clube deles e o Baldemar, para mostrar que sabe mais, resolveu pronunciar Fuzile em vez de Fucile, como toda a gente.
    Entendo a reacção de AVB e de PC à arbitragem que tem mais a ver com a atitude de Vítor Pereira e a sua subserviência aos lisboetas do que propriamente com o jogo de ontem.
    Quanto ao Xistra, finalmente, toda a gente está de acordo, até os "isentos" comentadores habituais: NÃO PRESTA MESMO!

    ResponderEliminar
  5. Em alta competição a eficácia é um dos factores mais importantes. O FC Porto criou neste jogo oportunidades para vencer confortavelmente. Apenas concretizou uma.

    Os erros também se costumam pagar caro. Mais uma vez se confirmou, quer no golo sofrido quer mesmo na expulsão. Embora considere que o primeiro amarelo a Fucile é injusto porque o uruguaio joga a bola, já no segundo é merecido. A imprudência do defesa ao entrar daquela maneira, sabendo que já estava amarelado é de bradar aos Céus!

    Foi uma exibição na linha das anteriores, com excepção para o jogo da Supertaça e do jogo frente ao Braga, em que o FC Porto jogou muito mais.

    Há jogadores que começaram muito bem e que têm vindo a perder fulgor (A. Pereira,Belluschi e Varela). Creio que está na hora do treinador tomar medidas.

    Quanto ao Xistra, ainda que considere que esteve ao seu habitual nível, não o podemos responsabilizar por este empate. Perdoou-nos uma grande penalidade cometida por Fucile (ele outra vez!) e não consigo vislumbrar o tal penalty que terá custado a expulsão de André Villas-Boas. De acordo com a informação de Rui Cerqueira, na Conf. de Imprensa o lance ter-se-à desenrolado aos 77' e 53''.

    Tenho o jogo gravado, já revi várias vezes e não é perceptível qualquer irregularidade. Nem sequer o esboço de qualquer reclamação dos jogadores portistas.

    Empatamos, perdemos dois pontos, mas continuamos na frente com uma vantagem confortável.

    Não percebo a necessidade do tipo de reacções que o treinador protagonizou no final. Acho que elas são dignas daqueles que asperamente criticamos.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  6. CARO Remígio
    Não sei se consigo ser equidistante,o suficiente,para ver as coisas como elas foram...Logo,logo, após o jogo e (já) antes, qdo AVB é expulso,achei que o desnorte(para ser meigo) que Fucile patenteava (já fizera um penalty -indiscutível- sobre o Edgar,NÃO HÁ como escamotear a clareza da falta...) não augurava nada de bom e ... viu-se!É pena que este uruguaio,tecnicamente bom,seja dado a descontrações e desconcentrações fatais para a equipa, e o rol já vai bem elevado...Qdo se suspira pelo Sapunaru,algo vai mal no reino do dragão,qto a mim ,claro.Perder-se dois pontos num jogo, em que passeámos alguma classe, e em que tivemos "n" ocasiões de o "matar",independentemente de alguns pormenores da arbitragem - e já agora- acabei de ver as imagens que a TVI pôs no ar, no decorrer do Jornal (13h30 +/-) "pedidas" pelo AVB, o que se vê é a mão do RM a dar na bola,se bem que esta, possa, depois, subir ao braço do Alex(?)...Penalty?!Não me parece mesmo nada.O que me parece,isso sim, é que o Villas se está a pôr a jeito para ser "trucidado"pela c.s. e não lhe ficaria mal assumir o "mea culpa",que ele próprio sugeriu, se...Sejamos claros e sérios.É nestas e outras siuações que poderemos fazer valer a diferença para a ...escumalha,se é que me faço entender.Depois, é mentalizar a malta - a equipa- que os jogos a UM a ZERO NUNCA estão ganhos,tão pouco, NADA está ganho aos 50 minutos...Há p'ráli uns certos relaxamentos(já ouvi falar em questões físicas-com SETE JORNADAS???...) inadmissíveis, na minha modestíssima opinião.
    Ah! O Xistra é mau?! pois será,mas vamos evitar,no futuro, que isso se note,jogando nós e "metendo-as" lá dentro,no "véu da noiva" sem dó nem piedade.Ao AVB,um conselho de avô,parafraseando um jovem -como ele- escritor brasileiro (Ferrèz):
    "EM RIO QUE TEM PIRANHA,
    BOI TOMA ÁGUA DE CANUDINHO"
    Bom resto de dia de feriado
    Abraço amigo
    João Carreira

    ResponderEliminar
  7. dragaopentacampeao:

    A análise do jogo coincide, na generalidade, com a minha.

    No que respeita às situações do jogo que aponta e à reacção de AVB e PC, penso o seguinte:
    - na jogada entre Fucile e Edgar, há filmagem de vários ângulos que permitem ver ao pormenor os gestos dos intervenientes com toda a clareza. No jogo real, aos árbitros é quase impossível ver a infracção; no jogo virtual, o da TV, os pormenores são evidentes e o critério dos "juíz" fica ao arbitrio de cada um. O lance da reclamada g.p. a nosso favor não tem, por parte da estação operadora, tratamento idêntico ao que ocorreu na nossa área, já que as imagens não são ampliadas em relação ao jogador do vitória que terá metido a mão à bola, do que se poderá concluir poder haver a preocupação em conceder vigilância privilegiada aos nossos jogadores, com vista a arranjar provas dos benefícios arbitrais da nossa equipa.

    Quanto à "indignação" do staff portista, compreende-se que, face ao precedente inqualificável aberto por Vítor Pereira, ela iria acontecer na primeira oportunidade, mesmo que, aparentemente, as razões invocadas ontem possam não ser muito consistentes para documentar os possíveis prejuízos da responsabilidade da arbitragem.


    Com o alarido gerado no acampamento índio e até no covil do velho visconde seu vizinho, confirma-se aquilo que nós, portistas, andámos a afirmar há muito tempo: Xistra é, mesmo, uma merda como árbitro.

    ResponderEliminar
  8. Caro João:

    Os seus comentários são sempre muito pormenorizados e esclarecedores.
    O retrato que faz do Fucile identifica-o perfeitamente. Embora, às vezes, a imagem tenha "fantasma", outras revelam-nos a pior parte daquilo que os maus jogadores não conseguem escamotear.
    A verdade verdadinha é que desperdiçamos dois pontos, quando a toda a gente pareceu que foi a equipa, inclusive o seu treinador, que pouco fizeram para isso não acontecer.A irritação verificada após o jogo é, quanto a mim, a prova do incómodo causado pelo semi-fracasso do resultado e as culpas recaírem sobre os que o poderiam ter evitado.

    Mas também estou convencido que o FCP só estava à espera de um pretexto para fazer ver a Vítor Pereira que não está disposto a engolir a "cena" por ele protagonizada para "desagravar" a ofensa do clube da Dona Vitória.

    Bom feriado.

    ResponderEliminar