sábado, abril 09, 2011

AINDA NÃO É TEMPO DE PENSAR EM FÉRIAS.

Antevisão: Portimonense vs Porto             
             À 26ª jornada do campeonato da Liga, o Futebol Clube do Porto desloca-se ao Algarve, não propriamente para gozar umas merecidas férias na linda Praia da Rocha, mas para defrontar o Portimonense, de Carlos Azenha, uma equipa que luta estoicamente para fugir aos lugares de despromoção como tem vindo a demonstrar nos últimos jogos realizados.

             Já com o logótipo do título brilhantemente conseguido colocado nas camisolas, aos campeões nacionais não são ainda permitidos devaneios de relaxamento e consequente baixa do nível de concentração e entrega ao jogo. Pelo contrário, pois a dimensão da grandeza do clube e a responsabilidade acrescida resultante da conquista do maior título nacional obrigam a uma atitude compatível com o prestígio e honra do emblema que ostentam no equipamento azul e branco.

             Nada que não seja apanágio da equipa como tem demonstrado à saciedade desde 1893.

             Algumas alterações estão previstas fazer na formação da equipa e será previsível a chamada à ribalta de novos actores, por força dos impedimentos temporários ocasionados pela acumulação de cartões amarelos e pela vantagem em manter o ritmo dos que até agora foram menos utilizados. Por outro lado, há suficiente margem para conceder gradativamente aos jogadores, até agora sujeitos a forte desgaste, alguns momentos de relaxamento mental e, até, físico.

              Pelas 18,15 de amanhã. os felizes adeptos portistas vão ter oportunidade de ver, sem o stress daqueles jogos que não se podem perder, a melhor equipa portuguesa ciente das suas responsabilidades de líder invicto do campeonato, detentora do melhor ataque e da defesa menos batida, com o jogador com mais golos obtidos até ao momento e, como se verá, o melhor naipe de jogadores existente em Portugal.

              O agora titulado mestre André considerou escolher, do plantel na sua plenitude de resposta com uma única excepção (Emídio Rafael), os seguintes:
 
               Guarda-redes: Beto e Pawel Kiesrzek;
               Defesas: Sapunaru, Rolando, Sereno e Maicon;
               Médios: Fernando, Guarin, João Moutinho, Belluschi, Souza, Rúben Micael e Mariano;
               Avançados: Hulk, Falcao, James Rodriguez, Cristian Rodriguez e Valter.

               Helton, o capitão, vai ter algum tempo para praticar na viola e a Varela não vão escassear as sugestões para aproveitar a merecida folga e ser compensado do tempo em que teve de superar a lesão que sofreu.
              
               Campeões, olé!

4 comentários:

  1. Meu caro :

    Desta vez sou eu que vou estar lá !

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Boa tarde,

    Após a épica e histórica conquista do título em pleno estádio do clube rival, o FC Porto traça outro objectivo no que toca ao campeonato: Terminar sem derrotas e fazer história!

    Com o título conquistado Villas-Boas, vai gerir o plantel e dar lugar a jogadores menos utilizados nesta época, que desta forma poderão dar uma resposta afirmativa ao seu treinador, de que pode contar com eles como valores de futuro.

    Vai ser a oportunidade para os dragões residentes no sul do país verem o campeão nacional e festejarem o título com os atletas.

    Abraço e bom fim de semana

    Paulo

    http://pronunciadodragao.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. Felicidades a todos os Portistas que estarão a acompanhar no Algarve o F. C. Porto, que é como quem diz para todos nós que estaremos a vibrar com o nosso Porto.
    É para vencer - também penso que tem de se estar com concentração e empenho em doses altas - e assim manter a invencibilidade!
    Agora que o campeonato está ganho, com direito a mais uma taça, à do Campeonato, conquistada em 2011, ou seja 100 anos depois de o F. C. Porto ter conquistado, a 9 de Abril de 1911, a sua 1ª competição...

    ResponderEliminar
  4. Este Villas-Boas não sossega...Nunca está satisfeito. Até já convence os menos crentes.

    Abraço

    ResponderEliminar