domingo, agosto 29, 2010

SERVIÇOS MÍNIMOS DÃO PONTOS MÁXIMOS.

       

liderança

  Em Vila do Conde, hoje:

                      Rio Ave, 0 - FUTEBOL CLUBE DO PORTO, 2

          Terceiro jogo na Liga ZonSagres, terceira vitória consecutiva, nove pontos conquistados, seis golos marcados, nenhum sofrido, reencontro com o primeiro lugar da classificação geral (o nosso lugar natural). Quando chegarmos ao patamar do futebol "à Porto", como será?


          Hulk, o óbvio incrível herói, fez "só" mais dois e soma uma mão cheia deles à terceira jornada. Como será no fim? E Falcao?


          Este é o Jorge Sousa, melhor árbitro português de há duas épocas atrás? É sempre a descer...

          Um portista não é só viciado em ganhar, também gosta e exige que a vitória seja  corolário natural decorrente duma exibição colectiva harmoniosa e convincente. Fico expectante para a ter, breve, jovem Villas Boas.

       

12 comentários:

  1. Caríssimo
    Pois não é, que concordo 100% consigo?!...
    Qto a mim,achei o jogo ...péssimo...
    Um FCP sem ligação,com momentos de "aflição" deploráveis...O que conta são os três pontitos da ordem ... pois será, mas...mas...mas...
    Qto ao Jorge Sousa!...Desta vez,não nos podemos "queixar".Aqui para nós, o APereira faz dois -dois- penalties na mesma jogada...(para chegar a esta conclusão,nem sequer tive que trocar as...camisolas!O seu-a-seu-dono!).
    Será boa a ...paragem?!
    AVB tem muito a "trabalhar" nesta equipa,principalmente aquela defesa,tem momentos de "arrepiar"...O Fucile não tem treinado?!...Percebo,agora, porque tem jogado o Sapunaru... e quão "trágica" pode ser a sua ausência...se a lesão fôr grave,como se anuncia...
    Lá terei que "alinhar" no : tudo está bem,qdo acaba em bem...
    Parafraseando-o (doutra maneira) :Serviços mínimos - GARANTIDOS !
    Boa semana
    Abraço amigo
    João Carreira

    ResponderEliminar
  2. Primeiro ciclo concluído com nota muito positiva.

    Frente a uma boa equipa, que ninguém tenha dúvidas, o F.C.Porto entrou bem, dominou e se não foi muito perigoso no último terço, foi claramente superior durante toda a primeira parte, com excepção dos 10 minutos iniciais, em que o jogo foi equilibrado e os últimos 5, em que perdemos concentração, relaxamos, deixamos de marcar, controlar e o conjunto orientado por C.Brito arrebitou e teve alguns lances de perigo, mas sem por em risco a baliza de Helton. Pode-se dizer, sem exageros clubísticos, que ao fim dos primeiros 45 minutos, sem ser exuberante, sem deslumbrar, o F.C.Porto chegou ao intervalo a vencer com justiça e pelo resultado certo.

    Na etapa complementar não entramos bem, não dominamos, fomos, em alguns momentos, complicativos, conformados, deixamos correr e quando chegamos ao segundo golo, um hino ao futebol, concluído por Hulk, tinhamos feito pouco para ter dois golos de vantagem. Com a vitória a desenhar-se e o Rio Ave a arriscar tudo, apelando a um futebol directo, o conjunto de Villas-Boas teve algumas dificuldades, não controlou, não pressionou, não jogou bonito, mas defendeu bem - apenas por uma vez, a equipa vilacondense podia ter marcado, através de Yazalde -, foi eficaz e podia, tivesse Hulk e a equipa, atrevo-me a dizer, mais frescura, ter dilatado a vantagem, o que a acontecer, seria injusto para a equipa do Rio Ave.

    Chegamos ao fim do primeiro ciclo, seis jogos oficiais, totalmente vitoriosos, com 15 golos marcados, apenas 2 sofridos, Supertaça conquistada, entrada na Fase de Grupos da Liga Europa e estamos na liderança do campeonato - Liga Zon/Sagres. Não se podia pedir mais ao conjunto de Villas-Boas, nem ao treinador do F.C.Porto, que a cada dia que passa vai surpreendendo, pela positiva, os mais cépticos com um discurso correcto, à Porto e uma equipa que sabe o que quer e para onde quer ir.

    Não ganhamos nada, é verdade, mas já demos mostras que temos gente com capacidade, para lutar por todos os objectivos, principalmente pelo objectivo número 1 da época, a reconquista do título.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. João - Vila Pouca:

    Pelo menos estamos de acordo quanto aos resultados práticos já conseguidos pela equipa. Nesta fase de transição os resultados contam e muito.
    Mas ontem, para além da vitória, esperava ver menos erros na transição do jogo de trás para a frente, sobretudo ao nível de passe onde Moutinho, na primeira parte, este francamente mal.A Falcao, parece faltar apoio próximo, dando a ideia de que jogo muito solitário. Também me dá a sensação de que ainda não atingiu fisicamente o nível do ano passado.
    Mas a equipa parece bem estruturada e dá mostras de, em breve, jogar sem intermitências. Os jogadores revelam índices de confiança bastante altos o que é, sem dúvida, um excelente indicador.
    E estamos em primeiro,é bom não esquecer.

    ResponderEliminar
  4. O FC Porto ainda não apresenta um futebol cativante, contudo, joga para ganhar e com maior ou menor dificuldade vai conseguindo atingir os objectivos traçados: seis jogos, seis vitórias! (liderança isolada da Liga, qualificação para a fase de grupos da Liga Europa e o primeiro troféu da época - Supertaça).

    É verdade que ambiciono uma equipa que consiga juntar aos resultados as boas exibições.

    Sei que é necessário tempo para a completa assimilação dos novos processos e ideias. Enquanto isso não acontece que os objectivos se vão cumprindo.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  5. Meu caro,

    O link que faz para a página do "público" retrata bem o que a organização da liga nos retirou na época passada com o castigo super desajustado a Hulk. A possibilidade de...

    Saudações portista de novo no nosso lugar natural

    ResponderEliminar
  6. dragaopentacampeao:

    Os resultados até agora conseguidos atingem o pleno.Ainda não perdemos nada e já conseguimos alguma coisa especialmente uma boa margem de estabilidade para ultrapassar certas dificuldades que exigem tempo e serenidade.
    E é necessário lembrar que elas são reais para estarmos preparados para qualquer incidente de percurso que possa surgir, o que será normal.
    Por mim, noto que há trabalho (bem) feito e estou confiante.

    pois:

    Não me parece que, este ano, haja condições para se construirem armadilhas como no passado aconteceram.

    ResponderEliminar
  7. Caro Silva da Costa,

    Etá a ver do que eu falava:

    http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=220189

    Se concordo que não serão fáceis as armadilhas, pelo menos do mesmo género, o pontapé que Milhazes enfiou no joelho de Hulk, as constantes pisadelas, calcadelas, patadas, entradas à Bruce Lee, cotoveladas, e outras que tais, sempre com a impunidade que o jogo da Supertaça abençoou já não medeixam tão tranqulo.
    Quem não tem cão caça com gato. o cão já se foi^, vão entrar em acção os gatos e os ratos também.
    Saudações Portistas

    ResponderEliminar
  8. pois:

    Eu começo a ficar intrigado com a tolerância de que têm vindo a beneficiar os caceteiros contumazes, que toda a gente sabe muito bem quem são, mas permitem as suas agressões
    Os milhazes, que andam para aí às dúzias, regem-se pelo mesmo estatuto de que beneficiam ÓSCAR CARDOZO, DAVID LUÍS, JAVI GARCIA, para só mencionar os que servem de MODELO aos gorilas que contratam subrepticiamente para fazer o trabalho sujo "por outro lado".
    É nossa obrigação denunciar a inimputabilidade de que beneficiam estes "excrementos" e a cobardia de quem consente a sua permanência nos estádios.

    ResponderEliminar
  9. Meu caro,

    Se se recorda, a época passada, Hulk foi expulso logo no 1.º jogo em Paços de Ferreira por não concordar (e discutir - o que acho evidentemente mal) com a porrada que já estava a levar. Foi amarelado por um tacle praticamente na linha final da baliza do Paços.
    Logo aí se via que pretendiam arruma-lo do jogo. Este ano e pelo andar da carruagem, ou o põem fora pelas entradas que sofre (Guarin e Sapunaru já tiveram que sair e Moutinho já levou na cabeça - literalmente) ou o põesm fora por discutir e ser expulso.
    Vamos ver.
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  10. Obviamente que me recordo do lance de Paços de Ferreira e da predisposição do árbitro para intimidar Hulk. Estes "gajos" de pouca personalidade e influenciáveis, "emprenham" pelos ouvidos e já vão para o estádio com o nome dos jogadores nos cartões.
    De qualquer modo, bom seria que os nossos jogadores, mesmo os que , como Hulk, Falcao e Varela são alvo privilegiado dos amestrados caceteiros à ordem de treinadores de tarimba, não se deixem cair no engodo e recusem o isco que põem no anzol.

    ResponderEliminar
  11. Sabe meu caro,

    Ainda há pouco se falava do interesse do slm em Drenthe

    http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/sport/benfica/drenthe-a-caminho-de-reforcar-benfica

    A principio estranhei, mas pensando bem até entendo:

    http://www.youtube.com/watch?v=dH2gH2sFdYg&feature=player_embedded#!

    ResponderEliminar
  12. pois:

    Com efeito, a concretizar-se o negócio, o slm fica com um trio de assustar: Cardozo, David Luís e, agora Drenthe. E um suplente à altura: Javi Garcia.

    Bonito.

    ResponderEliminar