sexta-feira, novembro 02, 2012

JACKSON ENTROU PELA PORTA, VARELA PELA JANELA E DE JÁMES TUDO SE ESPERA.ES

       

'Jackshow' Martínez e James arrasam em festival portista


       Liga Zon Sagres
           

             Estádio do Dragão (Portugal)
             2102.11.02
  
             FUTEBOL CLUBE DO PORTO, 5 - Marítimo, 0                           
                           (ao intervalo: 2-0)
                       
                   Golos: Jackson Martinez, 4 e 72'; Varela, 35' e Jámes Rodriguez, 59' e 77'

            Neste jogo, o "Melhor em Campo" é a equipa. Numa partida onde todos os jogadores estiveram bem ou muito bem, quem mais brilhou foi o conjunto. Não sendo (ainda) perfeita, cresce a cada jogo a minha convicção de que esta equipa do Futebol Clube do Porto encontrou a rota certa para vir a atingir o patamar de excelência.

           

  • Liga Zo0  Estádio do Dragão (Portugal)2012.11.02


                   

5 comentários:

  1. Boas ,

    Ha jogos imaculados e hoje foi um deles ... o FCP esteve a altíssimo nivel quer em termos individuais quer em termos colectivos. Apesar dos comentarios do costume do freitas lobo e os comentadores do regime que insistem em menosprezar as vitorias do PORTO justificando, neste caso, com o Marítimo mais "macio" o Porto deu o mote para o jogo da champions.
    Para mim e sou suspeito, melhor jogador foi o Varela, ao contrario de muitos portistas considero o Silvestre Varela um grande jogador e a demonstração disso foi mais um excelente golo. Não tenho memoria curta e se bem se lembram na epoca do libras boas o Varela esteve em excelente nivel, provavelmente ofuscado por dois foras de serie como o Falcao e o Incrivel ...
    Resumindo e concluindo ... Muito, mas muito Bom !!!!

    Um abraço

    http://fcportonoticias-dodragao.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Uma mão cheia de golos, como corolário duma grande exibição. Quando a nossa equipa conseh«gue fazer carburar bem o motor, é uma máquina! -E como já tinha saudades de dizer isto...
    Abraço.

    ResponderEliminar
  3. Apenas 27.609 espectadores estiveram esta noite no Dragão. Pena, não sabem o que perderam...

    Mesmo com problemas causados por duas lesões, Fernando e Maicon, ainda na primeira-parte, que obrigaram a alterações inesperadas, o bi-campeão arrancou para uma exibição de grande qualidade, goleando e vulgarizando um Marítimo incapaz de se opor a um F.C.Porto, individual e colectivamente, inspirado. Foi, como diz o outro, uma exibição para ninguém botar defeito.
    Tanto nos 45 minutos iniciais, como na etapa complementar, os pupilos de Vítor Pereira capricharam em oferecer, aos certinhos, aqueles que nunca ficam em casa, um manancial de jogadas de fino recorte e golos bonitos. Teve tudo o futebol portista: organização, posse, ritmo, pressão, largura, profundidade, contundência atacante e ao contrário do que acontece algumas vezes, não dormimos à sombra da bananeira, marcamos um, fomos à procura de outro e mais outro. Nunca Kiev esteve no pensamento dos profissionais portistas, exemplo mais flagrante, Lucho a esticar-se todo para chegar a um a bola, já no fim do jogo e com o resultado mais que decidido. Acabamos nos cinco, mas ainda podíamos ter marcado mais. Dizia o presidente do Marítimo, antes do jogo, que seriam galácticos contra coitadinhos. Pois, mal ele sabia que estava a ser premonitório. Quase foi preciso um pacote, tantas vezes os jogadores madeirenses tiveram de usar o guardanapo. Não faltou Cha e café colombiano, do melhor.

    Notas finais:
    Temos e isso é claro, jogadores de grande talento e alguns brilharam muito esta noite, mas este Porto de classe, Vintage, que goleou o Marítimo, valeu sobretudo pelo colectivo. Foi Porto de mais e que obrigou a haver Marítimo de menos. Não tenhamos medo de o dizer, para reticências já bastam as dos mesmos de sempre. Mas atenção!, não podemos, nem devemos, embandeirar em arco, entrar em grandes euforias, porque tivemos uma noite de estrelas. Seguiremos o nosso caminho com a tranquilidade de que o caminho faz-se caminhando. Umas vezes melhor, outras pior, mas sempre Porto.

    Espero que as lesões de Helton, Fernando e Maicon não sejam graves e possam estar em condições de jogar em Kiev.

    Vamos dormir no primeiro lugar e ficar à espera do que faz amanhã o mais maior, melhor, grande clube do mundo. Têm de fazer, no mínimo, igual.

    O Colina português, tende a complicar mesmo um jogo fácil de dirigir.

    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Amigo :

    ..."Neste jogo, o "Melhor em Campo" é a equipa."...

    Boa !


    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Mais uma vitória, a jogada do primeiro golo, é um hino ao futebol, se fosse o clube do regime,era nota artistica muito alta, como foi o melhor clube português,foi o maritimo que não jogou bem,uma coisa eu sei,jogamos futebol de primeira categoria, basta ouvir o silêncio dos que não gostam do nosso treinador, ontem não ouvi o gajo que costuma estar atrás de mim a gritar,"ó vitor pereira , vai treinar o espinho", deve estar à espera da próxima oportunidade.Gostei de: Neste jogo, o "Melhor em Campo" é a equipa. VIVA O PORTO Cumprimentos.
    manuel moutinho

    ResponderEliminar