terça-feira, janeiro 24, 2017

SOARES É FIXE.

 

     Se me fosse dado escolher entre todos os jogadores que atuam no campeonato português aquele que mais desejaria para integrar o plantel do Futebol Clube do Porto seria, sem qualquer hesitação, Francisco SOARES. Em especial desde que passou a representar o Vitória de Guimarães, os seus desempenhos destacam-se pelo modo como se entrega ao jogo, pela disponibilidade física com que o faz e pela relevância que o trabalho atinge no rendimento global da equipa. Reúne qualidades que muito me agrada num futebolista de eleição.

    Com vinte e seis anos Soares chegou à idade de maturação ideal para o jogo; fisicamente bem constituído em altura e massa corporal, com boa velocidade e bom trato de bola, é guerreiro sem ser agressivo na disputa da bola e, uma virtude pouco vista, não tem por hábito mostrar com gestos desalento quando os lances não lhe saem como pretendia ou exagerar nos protestos se não lhe agradam as decisões dos árbitros. Sendo avançado não reduz o seu raio de ação a uma zona fixa, movimenta-se em toda a frente atacante e desce no terreno para cobrir as zonas de defesa em situações de reação do adversário; joga ao mesmo ritmo em todo o tempo da partida, concentrado e aparentemente alheado do ambiente em que executa o seu trabalho. De facto, uma das suas grande virtudes é a de que "nunca dá um lance por perdido". Não tendo as mesmas características físicas e técnicas nem a potência incrível do remate à baliza, Francisco SOARES, brasileiro com dupla nacionalidade também, aproxima-se da figura do excecional HULK de tão grata memória para o FC do Porto, como bem sugere um amigo confrade. E, tal como como ele, não será pelas tranças pretas a cobrirem os ombros que se irá destacar como a grande figura do campeonato português da I Liga na atual e futuras épocas. 

     Contrato por quatro épocas e meia? Quem dera!

1 comentário:

  1. Amigo :

    O tal de SOARES vem com selo de qualidade do DECO !

    Abraço

    ResponderEliminar