sexta-feira, junho 11, 2010

ANDRÉ VILAS BOAS É O NOSSO TREINADOR.

André Villas-Boas anunciado como treinador do FC Porto
      É incontornável a tentação de, explícita ou implicitamente, intencional ou involuntariamente, questionar a contratação de André Vilas Boas para técnico principal do nosso clube, fundamentando-as em duas premissas principais, a saber:
 - reduzido tempo de exercício na qualidade de treinador principal, e
 - ser ainda bastante jovem.
      Na minha modesta opinião, entendo que nem uma nem outra daquelas conclusões, ou as duas juntas como é o caso de Vilas Boas, reduzam as probabilidades de êxito se ele depender, exclusivamente, dos malefícios vistos naqueles pressupostos.
     Ser jovem, em André Vilas Boas, não o impede de possuir já uma sólida preparação académica adequada que não pode ser considerada de menor importância em relação ao conhecimento empírico que outros adquiriram ao longo de muitos anos de carreira.
     O tirocínio que desenvolveu a partir dos 16 anos com técnicos da categoria de Boby Robson ou Mourinho, em clubes do topo do futebol europeu, terão sido bem aproveitados por ele e muito apreciados por aqueles dois considerados treinadores, como o provam os longos anos que com eles permaneceu, com público agrado.
      Sendo um iniciado recente como treinador principal, assumindo liderar uma Académica de limitadas aspirações, as suas capacidades de liderança e de gestão do plantel não terão sido ainda postas à prova sendo, por isso, questionável que, num clube com a dimensão do Futebol Clube do Porto, elas sejam bastantes. Todavia, não se conhecem referências negativas, antes pelo contrário, ao trabalho por ele realizado em Coimbra ainda que tivesse decorrido num curto período de tempo.
      Se Vilas Boas não vier a triunfar no nosso clube. nunca será por ter a idade que tem. As opções que vai ter que tomar obterão sucesso, ou não, de acordo com a ponderação e fundamento que puser nas suas decisões. E se, nelas, escassear alguma prudência que a idade sempre recomenda ao serem tomadas, não faltará aquela dose de ambição e entusiasmo que só a juventude possui.
     Também convém recordar que o Futebol Clube do Porto é um clube que dispõe de uma estrutura organizacional de alto nível e que, André Vilas Boas, será o chefe de uma equipa onde estão integrados elementos de reconhecida capacidade profissional e com muita experiência.
     André Vilas Boas, é o nosso treinador. Não é igual a nenhum outro nem será lícito exigir-lhe que pareça quem não é.
       

Sem comentários:

Publicar um comentário