segunda-feira, julho 08, 2024

CAMPEONATO DA 1.ª LIGA- ÉPOCA DE 2024/25 - CALENDÁRIO DE JOGOS DO DRAGÃO

                         No calendário de jogos da I Liga, O Futebol Clube do Porto joga na 1.ª jornada no Estádio do Dragão no dia 11 de agosto, recebendo o Gil Vicente da cidade de Barcelos; a 18 do referido mês, estará em Ponta Delgada a defrontar o Santa Clara, que regressa ao escalão principal depois de jogar um ano na segunda Liga; no terceiro jogo e último do mês, a equipa agora liderada por mister VÍTOR BRUNO, o qual inicia a sua carreira de treinador principal depois de mais de uma dezena de anos como adjunto do ex-treinador do FC do Porto SÉRGIO CONCEIÇÃO, vai enfrentar no Estádio mais lindo de Portugal o sempre lutador clube de Vila do Conde, Rio Ave FC.

                 Nenhum dos jogos referidos são, antecipadamente, "favas contadas" para os Dragões, quer os que serão jogados em casa quer o que vai ser disputado nos Açores. Mas será importante para a equipa do novel comandante do FC do Porto, arrecadar os nove pontos em jogo como garantia da capacidade coletiva de que necessita para enfrentar, em setembro, o Sporting CP, em Alvalade, o Farense, no Estádio do Dragão, o Vitória SC, em Guimarães e, por último, o FC Arouca, de novo em casa.

                 Força, Dragão, a vencer se alcança o título de campeão.

Remígio Costa

quarta-feira, junho 05, 2024

REI DEPOSTO, PRINCÍPE AO TRONO

 

                  VÍTOR BRUNO, que fez parte da equipa de trabalho do mister SÉRGIO CONCEIÇÃO como adjunto mais de dez anos, foi escolhido pelo atual presidente  André Villas-Boas para liderar nos próximos dois anos o plantel principal do Futebol Clube do Porto.

             Pelas qualidades demonstradas nas substituições pontuais do treinador principal e a vontade de iniciar uma carreira a solo na modalidade, a escolha de VÍTOR BRUNO para liderar a prestigiada equipa dos Dragões é uma esperançosa e fundamentada decisão do novo Presidente do Futebol Clube do Porto, com a qual, na qualidade de antigo e fervoroso adepto, respeito e assumo incondicionalmente.

             Bem-vindo príncipe dos treinadores, VÍTOR BRUNO.

Remígio Costa

 

segunda-feira, maio 13, 2024

EM PORTO INSEGURO ESTÁ O FC DO PORTO

           


            A uma jornada do fim da I Liga de 2023/2024, o Futebol Clube do Porto disputa ainda o lugar terceiro da classificação geral (!!!). Impensável num Clube da grandeza do Dragão, atendendo à História recheada de sucesso que o coloca entre os melhores clubes da Europa e do Mundo.

            O registo dos resultados da presente época dá uma explicação clara e inequívoca  sobre o que distancia o Clube da Invicta Cidade do campeão lagarto da corte alfacinha. A irregularidade do bom, do mau e do péssimo nas atuações da equipa no espaço dos adversários menos temíveis, mas, também a desastrosa e impensável perda de pontos na bela residência do Dragão, onde, normalmente os adversários teoricamente (muito) inferiores são trucidados, levaram à perda de pontos a que o FC do Porto há muito estava desabituado. 

           O derby da cidade do Porto, que ontem se disputou à noite no Estádio do Dragão, tendo como adversário o Boavista classificado em risco de descida à segunda Liga, constitui um bom exemplo do que foi esta época o desempenho depauperado e irregular da equipa azul  branca.

            Está, agora, em jogo na última jornada da prova maior da primeira Liga a realizar no Estádio Municipal de Braga, entre o SC Braga e o FC do Porto, a posse do terceiro lugar do podium, que confere ao triunfador o direito a participar de imediato na prova secundária da Europa. Presume-se uma partida intensamente disputada porque está em jogo a posse da terceira posição na tabela classificativa, e que, para a equipa do mister Sérgio Conceição só a vitória ou empate interessa. Para sair vencedor do duelo, o Dragão terá de superar um SC Braga forte e motivado, onde jogam atletas de alto nível que se superam a si próprios quando enfrentam equipas de igual nível ou superior.

           Vamos, Dragão! Serra os dentes e acorda a tua alma de campeão. 

Remígio Costa

           

COMPENSADA A RESILIÊNCIA DO UNIÃO DESPORTIVA DE LANHESES (UDL)

             

   

     UNIÃO DESPORTIVA DE LANHESES (UDL) 1 - GD CERVEIRA, 0

     A atravessar uma situação declaradamente difícil de ultrapassar, que se deve (segundo o que é público e notório), à herança de gestões passadas, o União Desportiva de Lanheses (UDL) venceu  in extremis mas com todo o mérito, o direito de se manter  na divisão maior do futebol distrital, onde está e esteve desde a sua fundação em 18 de setembro de 1973 sempre entre os melhores participantes da prova. Só a vitória na última jornada da presente época, defrontado um adversário fortíssimo com grande curriculo e traquejo na competição premiaria o esforço, a entrega, a determinação e a crença dos nossos atletas e competências da equipa técnica, do apoio dos fiéis dos adeptos, e necessariamente, do difícil mas constatável trabalho e entrega da atual Direção. 

              CONSEGUIRAM!! Glória aos heróis!!

              TODOS pelo UDL, sempre!

             

                                                        JORNADA 30

Classificação

domingo, maio 05, 2024

ANDRÉ VILLAS-BOAS OCUPA A PRESIDÊNCIA DE 42 ANOS DE JORGE NUNO PINTO DA COSTA NO FC DO PORTO.

 

                  Quarenta e dois anos da minha vida decorreram no mandato de Jorge Nuno de Lima Pinto da Costa, na qualidade de Presidente do Futebol Clube do Porto. Na primeira metade da minha idade  antecederam Pinto da Costa na Direção outros presidentes que honraram o Clube e se empenharam devotadamente na criação das estruturas essenciais para a prática desportiva, designadamente, a edificação do Estádio das Antas, mas não viram premiada a sua meritória ação com a conquista de títulos nacionais relevantes nem participações vitoriosas nas competições europeias.

                 Aguardei dezanove anos pela conquista de um campeonato nacional da primeira divisão, assisti no Estádio  de Oeiras à conquista de uma Taça de Portugal (1958), estive na  inauguração e na ampliação do Estádio das Antas, na chegada do Senhor Pinto da Costa à liderança do Futebol Clube do Porto que haveria de promover a elevação do Clube a baluarte do norte e do país no no âmbito desportivo, no levantamento de um novo estádio a quem Pinto da Costa concedeu o título de Estádio do  Dragão, um Museu dos mais apreciados do mundo e o magnífico pavilhão Dragão Arena para as demais modalidades que o Clube sustenta.

               As vitórias do Futebol Clube do Porto nas provas europeias a que participou em sequência das conquistas internas não têm, até hoje, comparação no panorama dos clubes nacionais. O Presidente dos Presidentes, no seu mandato, obteve sete títulos internacionais, sendo duas taças da Liga dos Campeões, duas Ligas da Europa, uma Supertaça europeia, duas Taças Intercontinentais, e internamente, vinte e três campeonatos da primeira divisão, catorze Taças de Portugal, vinte e duas supertaças e uma Taça da Liga. Apenas no futebol! É obra.

              Não tem comparação com qualquer outro Presidente quer em Portugal quer mundial: Jorge Nuno de Lima Pinto da Costa, Presidente dos Presidentes, há apenas um e mais nenhum.

              A partir de terça-feira, dia 7 de maio, o Senhor Pinto da Costa cede a "cadeira de sonho" do Clube a Luís André de Pina Cabral e Villas-Boas, um reconhecido fervoroso adepto do Futebol Clube do Porto, que venceu nas recentes eleições de sempre o Presidente por uma substancial margem de 80% de votos dos associados. André Villas-Boas, tem carreira de mérito indiscutível, tendo sido amigo e colaborador de de Bobby Robson, jogou futebol em clubes regionais na juventude, foi treinador da equipa principal do Futebol Clube do Porto com conquista de todos os títulos das competições em que o Clube participou no seu mandato, iniciando depois uma carreira internacional com sucesso por alguns anos na Europa e oriente.

              André Villas-Boas tem curriculum, dinamismo, fervor clubístico, a idade adequada e capacidade de liderança e entusiasmo. E coragem, muita coragem.Tem qualidades notáveis, ama o Futebol Clube do Porto, é cidadão portuense e possui experiência bastante para assumir o cargo prestigiado no exercício do Presidente anterior. 

              OBRIGADO, Senhor eterno Presidente Honorário, Pinto da Costa

              SEJAS bem sucedido e feliz, PRESIDENTE efetivo do Glorioso Futebol Clube do Porto.

              Viva o Futebol Clube do Porto, para sempre.


Remígio Costa

              .